Destaques Polícia

Registros de violência doméstica diminuem em 2020

Por Nathália Araújo / Redação

19 de dezembro de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PASSOS – Conforme os dados divulgados pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp-MG), neste ano, o índice de casos de violência doméstica e familiar contra a mulher diminuiu 1,03% nos municípios da região. O levantamento é referente ao período entre os meses de janeiro e novembro, visto que a soma de 2020 totalizou 2968 ocorrências, enquanto a de 2019 chegou a 2999 registros.


O que você também vai ler neste artigo:

  • Sedest faz ação de conscientização sobre violência contra mulheres

Entre as principais causas que compõem o quadro abordado estão violência física, psicológica, sexual, moral e patrimonial. De acordo com as informações apresentadas na tabela, em contrapartida com o balanço geral, os locais que registraram aumento na quantidade de denúncias foram Bom Jesus da Penha, Capitólio, Cássia, Claraval, Itaú de Minas, Jacuí, Passos, São José da Barra, São Roque de Minas, São Sebastião do Paraíso e São Tomás de Aquino.

Segundo o portal virtual da Polícia Civil de Minas Gerais, após o efetivação de uma denúncia, a equipe inicia uma série de investigações para esclarecer os fatos, contando com depoimentos de testemunhas, da vítima e do suposto agressor.

A mulher pode estar acompanhada de testemunhas e apresentar documentos, bem como utilizar todas as formas de prova, buscando auxiliar a decisão do juiz sobre as medidas protetivas. O inquérito será encaminhado ao Ministério Público para dar início a ação penal contra o agressor”, informou o portal.

Para denunciar qualquer tipo de violação aos direitos voltados a população feminina, é necessário entrar em contato com algum dos órgãos responsáveis pelos registros, como a Polícia Civil ou Militar, pelo número 190 na discagem de emergência, pelo Disque 100 ou pelo aplicativo Proteja Brasil, disponível nas plataformas de android e iOs.

Apesar da diminuição, em âmbito nacional, a plataforma do Disque 100 mostrou que as denúncias relacionadas a violência contra a mulher cresceram quase 10% desde o início das medidas de isolamento social para conter a disseminação do novo coronavírus.

Confira no link abaixo o número de casos violência doméstica na região: 

VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NA REGIÃO


Sedest faz ação de conscientização sobre violência contra mulheres

PASSOS – A Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho e Renda (Sedest), da Prefeitura de Passos, realizou ação para a conscientização dos homens pelo fim da violência contra as mulheres no município. Em parceria com os serviços especializados do Centro de Referência e Atendimento a Mulher de Passos (Cramp) e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), os homens foram abordados em praças públicas e estabelecimentos comerciais, tirando fotos com frases de combate a todas as formas de violência contra a mulher. Além disso, durante a ação houve participação e adesão deles à campanha.

Essa ação faz parte de uma série de atividades da Sedest que têm como objetivo revelar a dimensão do feminicídio e denunciar o aumento do número de casos tanto de violações quanto de mortes de mulheres por razões de gênero. Também intenciona chamar a atenção sobre índices e ausência de registros confiáveis, estimular a informação sobre o feminicídio e atuar contra a impunidade.