Destaques Polícia

Presídio de Paraíso adota regras mais rígidas após fugas

14 de julho de 2021

Foto: Agência Brasil

O presídio de São Sebastião do Paraíso adotou regras mais rigorosas no regime de atendimento aos internos, depois que ocorreu a fuga de 24 detentos no final do mês de maio. A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais ainda não divulgou o resultado da sindicância que apura as circunstâncias do fato, mas, o então diretor da unidade Sérgio de Assis Souza, continua afastado das funções. Atualmente, a unidade é conduzida por Sérgio Vieira.

Dentre as determinações impostas, a entrada de objetos e alimentos, procedimentos de visitas e outras situações de segurança foram modificadas. O atual chefe interino da prisão, Sérgio Vieira enfatiza que está seguindo rigorosamente todas as normas e procedimentos norteados pelo Departamento Penitenciário do Estado. “Sigo trabalhando sério e de forma compromissada, superando desafios como o deficit de servidores e situação atual de pandemia que requer cuidados e normas especiais do protocolo de saúde impostos, preservando a saúde e integridade dos internos”, disse.

Sobre a entrada de materiais, o local segue rigorosamente determinação da Secretaria em relação aos protocolos de segurança em virtude da covid-19. Com isso, a entrega de alimentos, remédios, produtos de higiene pessoal e outros são recebidos somente mediante Sedex, com a proibição expressa que esses itens sejam entregues diretamente na recepção. A medida visa, além de diminuir a circulação do vírus, evitar tentativas do ingresso de drogas e outros objetos ilícitos, garantindo maior rigor na fiscalização.

As celas são diariamente vistoriadas e presos transferidos para outras regiões do Estado, com o objetivo de evitar superlotação. Já as visitas ocorrem somente por meio de vídeo monitoramento, por medidas de segurança e em função dos riscos da covid-19.