Destaques Polícia

Polícia Militar vai atuar com todo o efetivo nas eleições

Por Nathália Araújo / Especial

14 de novembro de 2020

Militares se reuniram no auditório do BPM para receber as orientações para as ações de segurança durante as eleições. / Foto: Divulgação

PASSOS – Todos os profissionais efetivos do 12º Batalhão da Polícia Militar de Passos (BPM) foram escalados para trabalhar nas ações de segurança durante as eleições municipais, que acontecem neste domingo, 15. De acordo com a instituição, o principal objetivo é garantir a resolução rápida e eficaz de possíveis problemas durante o processo eleitoral. A fiscalização também servirá para garantir o cumprimento das medidas de segurança para conter o novo coronavírus.

A organização dos militares no dia das eleições já foi definida por todos os municípios que pertencem à 18ª Região Integrada de Segurança Pública e compõem a área do 12º BPM, visto que cada local conta com um comandante de policiamento, que é o responsável pelo plano de ações. Ao longo de todo o dia, os profissionais estarão a postos em locais estratégicos, para acompanhar o fluxo de pessoas e, se necessário, realizar as abordagens.

Para nortear os trabalhos, foi realizada uma reunião com os policiais na manhã desta sexta-feira, 13, dirigida pelo tenente-coronel Luiz Otávio Vieira. Na ocasião, foram passadas as instruções para o monitoramento dos locais que receberão os eleitores. Caso sejam identificados quaisquer tipos de atividades suspeitas, o objetivo é orientar as pessoas para que a situação seja regularizada imediatamente. O tenente e comandante de operações em Passos, Carlos Giovani Gomes, afirma que todos os profissionais estão bem preparados para o trabalho nas eleições.

Além do pleito, também temos a responsabilidade de manter o policiamento ordinário da cidade e, para garantir que tudo corra bem, já estamos trabalhando bastante. Queremos que tudo se mantenha dentro da normalidade, por isso indicamos que nenhum político atue de maneira que desrespeite as leis de cunho eleitoral, porque não vamos aceitar. Também é preciso lembrar que os cidadãos devem seguir os protocolos contra o coronavírus”, disse.

Os policiais utilizarão as viaturas e os demais serviços de atendimento móvel e comunicação que estão disponíveis no sistema. Os interessados em registrar denúncias devem procurar os militares ou entrar em contato por meio do número 190.