Destaques Polícia

Polícia investiga denúncia de maus-tratos a animais no Glória

13 de janeiro de 2022

Foto: Divulgação.

S. J. B. GLÓRIA – A Polícia Militar prendeu um homem, na última quarta-feira em São João Batista do Glória, acusado de maus tratos a animais. De acordo com informações da PM, a corporação recebeu uma denúncia de que dois cachorros estariam em situação de penúria e abandono em um imóvel que pertence ao suspeito, de 50 anos. Ele foi conduzido à delegacia e foi liberado após ser ouvido. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

De acordo com o delegado Matheus Ponsancini, da Delegacia Rural de Passos, responsável pelo inquérito, as providências investigativas estão sendo adotadas em procedimento próprio. Segundo o delegado, um dos animais teria morrido.

“Já determinei oitiva de demais envolvidos, bem como solicitei documentação relativa ao estado de saúde do animal que, informalmente, soube que teria vindo a óbito”, disse.

“O suspeito, agora, responde ao inquérito policial pelo delito de maus-tratos e, poderá, ao final das investigações, ser indiciado formalmente”, disse o delegado.

Segundo informações da PM, durante a ocorrência, os militares verificaram que uma cadela da raça pastor-alemão estava viva, deitada e que não se levantou ao ser chamada. Os policiais também relataram que o corpo do animal estava sem pelagem, com alguns ferimentos e que havia um buraco na pele, com moscas ao redor.

Ainda segundo a PM, em diligência no imóvel, o suspeito teria relatado que um dos animais, a cadela da raça pastor alemão, estava em tratamento para doença de pele (sarna) e que havia tomado medicamentos administrados por um médico veterinário.

De acordo com o relato feito à polícia, o imóvel é usado para aluguel por temporada e o suspeito estaria em viagem desde o dia 23 de dezembro, quando contratou duas pessoas para cuidar dos animais. Ainda segundo a PM, os militares verificaram que havia uma boa quantidade de comida e água para os animais e que a outra cadela, da raça fila, estava em boas condições e com excelente pelagem.

De acordo com a PM, uma das pessoas que cuidava dos animais relatou que as cadelas estavam alertas, andando e comendo, e que a da raça pastor alemão apresentava problemas de pele desde o nascimento, sendo que o quadro teria se agravado há pouco tempo.

Denúncia

O coordenador do Departamento de Vigilância em Saúde da Prefeitura de São João Batista do Glória, Edivaldo Almeida, afirma que, na terça-feira, 4 de janeiro, o órgão recebeu uma denúncia sobre a suspeita de maus tratos e que o departamento também foi acionado por uma associação de proteção de animais.

Segundo ele, a PM foi acionada e, no local, após constatarem o estado de uma das cadelas, o animal foi resgatado e encaminhado para uma clínica veterinária em Passos.

Segundo a PM, na clínica, profissionais que atenderam o animal relataram que a cadela apresentava anorexia, apatia, desidratação severa e micose em várias regiões do corpo, sarna, secreção purulenta em estado crítico e doença renal, com ureia e creatinina com valores altos e hipoglicemia.

Ainda segundo o relato, o animal também apresentava infecção, anemia e hipotermia e ficou internado para tratamento.