Destaques Polícia

Polícia Civil investiga denúncias de abuso e assédio sexual

22 de julho de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

S.S. PARAÍSO – Publicações em uma rede social causaram polêmica e, agora, viraram caso de polícia em São Sebastião do Paraíso. Desde junho, o perfil “Exposed Paraíso” tem revelado no Twitter dezenas de relatos de mulheres que alegam ter sofrido abuso e assédio sexual no município. Depois de um pedido da Câmara de Vereadores, a Polícia Civil investigará as acusações.

Em ofício encaminhado ao Poder Legislativo municipal, a 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Paraíso comunicou que já abriu inquérito para apurar as denúncias feitas de forma anônima pelas mulheres e que foram compartilhadas pelo perfil no Twitter.

Por conta da gravidade do assunto, requeremos empenho de todas as autoridades competentes para esclarecimentos dos fatos, para que desta forma, em caso de confirmação dos crimes, os responsáveis sejam responsabilizados, bem como, tal investigação tem a finalidade de averiguar a veracidade dos fatos, para que, inclusive, não sejam prejudicadas as pessoas cujos nomes foram citados nessas acusações”, explicou a corporação.

O documento foi enviado em resposta ao ofício do vereador Marcelo Morais, membro da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, que solicitou que as denúncias feitas pelas mulheres fossem apuradas pela Delegacia de Polícia Civil e que os culpados, caso existam, sejam punidos pelos seus crimes.

O termo exposed significa “exposto” e vem sendo usado por milhares de mulheres nas redes sociais para denunciar casos de abuso, assédio sexual e até estupros sofridos por elas. No perfil destinado aos crimes que teriam acontecido em São Sebastião do Paraíso, as vítimas relatam suas histórias e, em alguns casos, até citam a identidade dos homens envolvidos.

Por causa da exposição, alguns dos acusados registraram boletim de ocorrência por calúnia e difamação. Segundo um homem que procurou a polícia depois de ter tido o nome citado por mais de uma mulher no perfil do Twitter, as denúncias contra ele “são mentirosas e têm como único objetivo prejudicar a sua vida pessoal e profissional”.