Destaques Polícia

Polícia Civil celebra dia do perito civil

7 de dezembro de 2020

Foto: Agência Brasil

BELO HORIZONTE — A Polícia Civil (PC) do Estado de Minas Gerais celebrou na última sexta-feira, 04, o dia do perito criminal. Em nota divulgada em seu portal online, a PC destacou que o perito criminal é um servidor público, concursado, de nível superior, especialista nas mais diversas áreas do conhecimento, que tem a responsabilidade de interpretar as evidências de um crime, sempre amparado pelos limites impostos pela ciência, trazendo à luz a verdade dos fatos. É o policial civil responsável pela coleta, análise e processamento dos vestígios deixados na cena de crime.


Você também pode gostar de: Itamogi tem maior aumento de casos de covid-19 na região

Ainda conforme explicou o texto, o trabalho do perito pode ser dividido em Perícias Externas, Perícias Internas e Perícias de Laboratório. Nas Perícias Externas o Perito Criminal se desloca até o local do crime para realizar o exame de corpo de delito, a fim de realizar todos os levantamentos periciais necessários para o esclarecimento do fato, materialização do crime e coleta dos vestígios que possam contribuir na elucidação do ocorrido.

Nas Perícias Internas, existem as áreas da criminalística que irão analisar vestígios encaminhados pelos Peritos Criminais ou autoridades policiais/judiciárias com o objetivo de fundamentar tecnicamente a comprovação da infração penal e, quando possível, auxiliar na identificação da autoria.

Nas Perícias de Laboratório, que incluem análises químicas, toxicológicas, biológicas, entre outras, os Peritos Criminais analisam tanto vestígios extrínsecos, encontrados nas cenas de crime, como vestígios coletados no corpo das vítimas ou suspeitos. No estado de Minas Gerais, os peritos integram a Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC) da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e atuam no Instituto de Criminalística (IC) ou no Instituto Médico Legal (IML).


Origem do Dia do Perito Criminal

O Dia do Perito Criminal é comemorado em 4 de dezembro em homenagem ao patrono da perícia criminal no Brasil: Otacílio de Souza Filho, que nasceu nesse mesmo dia. Otacílio Filho morreu tragicamente em 1976, após cair de um penhasco em Minas Gerais enquanto participava de uma investigação sobre duas mortes que haviam ocorrido no local.