Destaques Polícia

PM faz convênio com UFMG na área de Inteligência Artificial

24 de Maio de 2021

O convênio possibilitará o intercâmbio de conhecimentos e informações entre as instituições. / Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE – A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), o Governo de Minas e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) celebraram na quinta-feira, 20.05, em Belo Horizonte, um convênio que vai possibilitar um intercâmbio de conhecimentos e informações entre as instituições.

Denominado Memorando de Entendimentos (MoU), o documento também prevê a transferência de tecnologia entre as partes, abrangendo plataformas, ferramentas e métodos relacionados à Inteligência Artificial (IA), voltados para as ações de segurança pública sob a responsabilidade da PMMG, ficando resguardadas a autonomia e a independência de cada instituição participante, na forma da legislação vigente.

O Memorando de Entendimentos foi assinado pelo vice-governador de Minas, Paulo Brant, pelo comandante-geral da PMMG, coronel Rodrigo Sousa Rodrigues, e pela reitora da UFMG, Sandra Regina Goulart, durante cerimônia realizada na sede do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

Também participaram do evento o chefe do Gabinete Militar do Governador e coordenador Estadual de Defesa Civil, coronel Osvaldo de Souza Marques, o diretor de Tecnologia e Sistemas da PMMG, coronel Cláudio Márcio Pogianelo, a comandante da Academia de Polícia de Militar de Minas Gerais, coronel Cleyde Cruz, o chefe do Departamento de Ciências da Computação, professor Wagner Meira Júnior, da UFMG, além de outros representantes das intituições.

Hoje foi um momento histórico. Pactuamos o início de um revolucionário programa da utilização de Inteligência Artificial pela Polícia Militar de Minas Gerais. Para mim, essa relação beneficiará o povo mineiro que pode se orgulhar de ter a seu lado uma Polícia Militar atrelada à UFMG, cada vez próxima dos últimos avanços científicos. Esta entrega se projeta a todo funcionalismo público que almeja um Estado melhor”, destacou Paulo Brant.

O acordo estabelece um marco através do qual podem ser celebrados convênios ou contratos necessários para consolidar a transferência de tecnologias particulares, conforme a necessidade e interesses específicos.  “A sociedade mineira só tem a ganhar com essa iniciativa”, disse a reitora da UFMG.  “A parceria irá estabelecer mecanismos de altíssimo nível tecnológico”, completou o comandante-geral da PMMG.


Qualificação e tecnologia

De acordo com o instrumento, a Academia de Polícia Militar, terá como objetivo a qualificação dos militares na área da tecnologia da informação, assim como a busca pelas melhores práticas e processos de ensino para aprimoramento dos cursos de capacitação e qualificação.

Já a Diretoria de Tecnologia e Sistemas (DTS), por sua vez, se traduz na busca incessante pela prospecção de soluções tecnológicas capazes de aprimorar o planejamento, coordenação, controle, supervisão e execução técnica das atividades operacionais, assim como as atividades de telecomunicações, tecnologia e sistemas de informação,  videomonitoramento, criação e manutenção de sistemas informatizados e transmissão de dados da corporação. O objetivo da DTS é a consolidação da PMMG no conceito de Polícia 4.0, posicionada na vanguarda tecnológica da promoção de serviços de segurança pública modernos e eficientes.

Segundo o diretor de Tecnologias e Sistemas da PMMG, a colaboração do Departamento de Ciências da Computação da UFMG no processo de desenvolvimento das soluções tecnológicas corporativas pode impulsionar a PMMG na busca de sistemas e processos de uma Polícia 4.0.

A Inteligência Artificial prevista no cerne da parceria pode ser instrumentalizada através dos sistemas e aplicações, hoje já existentes na PMMG. A expectativa é que as ferramentas aumentem a efetividade das ações policiais militares, para que a redução dos crimes, principalmente os violentos, continuem com acentuada queda nos índices em Minas Gerais”, afirmou.