Destaques Polícia

PC alerta para risco de abuso sexual contra crianças na pandemia

29 de agosto de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

BELO HORIZONTE – A Polícia Civil de Minas Gerais alerta para o risco de abuso sexual e violência contra crianças e adolescentes durante o período de isolamento social. Segundo a corporação, a adequação às novas normas de convívio em razão da pandemia do novo coronavírus vem sendo um desafio para todos. No entanto, grupos de maior vulnerabilidade ficaram expostos a outros riscos que não apenas à covid-19. Longe das escolas e do convívio social, crianças e adolescentes podem estar sob uma ameaça ainda maior, como a da violência física, sexual e psicológica, dentro das próprias casas.

A Polícia Civil reforça o alerta sobre os cuidados essenciais de pais, responsáveis e sociedade em geral, sobretudo nesse período de confinamento domiciliar. De acordo com a chefe da Divisão Especializada de Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente, delegada Elenice Cristine Batista Ferreira, houve queda de 26% nos registros de ocorrências, entre elas o abuso e a exploração sexual, tendo como vítimas crianças e adolescentes. Apesar da redução, a Polícia alerta para uma possível subnotificação.

De acordo com a Analista da Polícia na área de psicologia Lusia Jaqueline de Araújo, grande parte da violência contra crianças e adolescentes acontece na própria família. Durante o isolamento social, elas não estão frequentando a escola, nem tendo contato com pessoas fora de seus núcleos familiares, o que faz com que elas fiquem reclusas em casa, por vezes com seus próprios agressores.

Uma consequência disso é a diminuição das denúncias que chegam aos órgãos oficiais. O que não quer dizer que a violência tenha diminuído. Inclusive, a gente acredita que ela possa ter aumentado muito”, pontua.

Nesse contexto, a psicóloga enfatiza a importância da aproximação de pais e responsáveis para que a criança e o adolescente se sintam à vontade para relatar algum abuso sofrido.