Destaques Polícia

Mulher é morta com saco de lixo em Vargem Bonita

29 de junho de 2021

Foto: Divulgação

VARGEM BONITA – Uma mulher de 57 anos foi morta, no último domingo em Vargem Bonita, asfixiada com um saco de lixo. Segundo informações da Polícia Militar, testemunhas relataram ter ouvido gritos de pedido de socorro durante a madrugada e que ouviram vozes da vítima e de suspeitos durante uma briga. O corpo de Geralda Lourenço, de 57 anos, foi encontrado no meio da rua Caxambu, no centro da cidade.

Com base nos relatos, a polícia localizou uma suspeita, de 41 anos. Segundo os militares, ela acabou confessando o homicídio, dizendo que, junto com seu irmão, de 42 anos, mataram a vítima por asfixia utilizando um saco plástico de lixo que foi colocado na cabeça de Geralda.

Ainda segundo a PM, a mulher também contou que ela, a vítima e o irmão passaram a noite bebendo cerveja, pinga e fumando maconha e crack e que o irmão manteve relação sexual com a vítima. De acordo com a polícia, a suspeita também disse que a vítima queria mais drogas e que o irmão negou, momento em que a vítima disse que iria denunciá-los. Os irmãos trancaram a vítima dentro da casa e ela começou a gritar por socorro.

De acordo com a polícia, a suspeita afirmou que ela e seu irmão pegaram um saco de lixo e colocaram na cabeça da vítima até que ela parou de respirar. A mulher afirmou ainda que após terem matado a vítima, colocaram o corpo para fora da residência, deixando-o no meio da rua, porém relatou que se lembrava direito de como isso foi feito porque os dois autores estavam muito drogados.

Ainda segundo a PM, os militares encontraram o irmão, também suspeito do crime e que ele negou participação no crime, mas entrou em contradição várias vezes sobre o horário que deixou a residência da irmã, bem como sobre o motivo da briga entre a vítima e a suspeita.

Ele teria dito que estava sem relógio e que não podia precisar o horário que saiu da residência onde ocorreu os fatos. De acordo com a polícia, durante o registro do fato, o autor ficou falando frases desconexas. Os suspeitos foram presos em flagrante delito e encaminhados à Delegacia de Piumhi.