Destaques Polícia

Minas aprova R$14 milhões para combate a incêndios

29 de agosto de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

BELO HORIZONTE – Minas Gerais aprovou, nesta semana, um plano para contratação de serviços de prevenção e combate a incêndios florestais no estado, em reunião do Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam). A iniciativa, que terá recursos de R$ 14 milhões, originários de compensação minerária, contempla as unidades de conservação gerenciadas pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF) nas bacias dos rios Doce e São Francisco.

A proposta compreende a criação de unidades operacionais em dez pontos do estado, que serão montadas nas unidades de conservação e nos espaços da Força-Tarefa Previncêndio. Elas incluem, além de mão de obra capacitada e equipada, veículos com ferramentas de grande capacidade para o combate, como conjuntos de motobomba e reservatório de água, sopradores costais e roçadeiras. Também estão previstos caminhões de combate em algumas regiões.

O prazo para mobilização dos serviços contratados é de 45 dias e as atividades devem ocorrer ao longo de 12 meses. O plano compreende tanto ações de combate, como de prevenção a incêndios. Essa contratação reforça a atual estrutura do Estado, que atualmente conta com equipamentos, brigadistas temporários, funcionários das unidades de conservação, aeronaves, como aviões de combate e de monitoramento, além de helicópteros, e outros recursos.

Atuação

A empresa contratada para o serviço vai será responsável por fazer roçada manual e mecanizada, construir e realizar manutenção de aceiros manuais e executar queimas preventivas, em complemento ao trabalho dos servidores e funcionários do IEF. Além disso, também estão entre as atribuições rondas de monitoramento, verificação de focos de incêndio, operação de sistemas de detecção por vídeo vigilância, entre outros.