Destaques Polícia

Incêndio destrói lanchonete em São Sebastião do Paraíso

11 de Maio de 2020

Bombeiros conseguiram conter o incêndio, mas as chamas destruíram boa parte da lanchonete. / Foto: Divulgação

S.S. PARAÍSO – Um incêndio destruiu parte de uma lanchonete no bairro São Judas Tadeu, em São Sebastião do Paraíso, na tarde de ontem, 8. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o estabelecimento pegou fogo depois que o proprietário tentou trocar a válvula de um botijão de gás. Ele sofreu queimaduras e precisou ser hospitalizado. Em uma semana, a cidade registrou quatro incêndios em imóveis.

Por volta das 16h40, o 2º Batalhão de Bombeiros em Paraíso recebeu a informação de que uma lanchonete situada no cruzamento das ruas Capitão Emílio Carnevale com a Rui Barbosa estava pegando fogo. Uma equipe se deslocou até o endereço e se deparou com o imóvel tomado pelas chamas, principalmente na cozinha. Já na área de atendimento ao público, os militares enfrentaram uma grande quantidade de fumaça.

Após alguns minutos, os bombeiros conseguiram conter o incêndio e o calor do fogo. Em diálogo com o proprietário da lanchonete, ele tentava trocar uma válvula do botijão, quando houve um vazamento de gás. A combustão, segundo ele, se deu porque havia uma chama acesa próximo àquela área. O homem sofreu queimaduras nos braços e precisou ser encaminhado à Santa Casa de Misericórdia. O estabelecimento estava fechado para clientes no momento do incidente.

De acordo com pessoas que estavam próximas ao local no início do incêndio, houve uma grande explosão e as chamas se alastraram rapidamente pelo imóvel. Esse é o quarto incêndio a imóveis registrados em Paraíso em pouco mais de uma semana, sendo um em um apartamento no centro da cidade e que foi causado por uma vela acesa e dois a residências abandonadas. Nesses últimos, há a suspeita de que o fogo teve origem criminosa.

O comando do 2º BPM pede para que a população dobre a atenção com válvulas de gás, equipamentos termoelétricos, vela e, principalmente, adaptadores que podem sobrecarregar a rede elétrica e provocar curtos-circuitos.