Destaques Polícia

Homem mata irmã para ficar com aposentadoria dos pais

13 de Maio de 2021

Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE – Um homem matou a própria irmã, em Capitão Enéas, no Norte de Minas, na madrugada desta quarta-feira, 12). Segundo informações do Estado de Minas, o crime foi motivado pela disputa de dois cartões de benefícios previdenciários do pai e da mãe do suspeito e da vítima, no valor total de R$2,3 mil mensais. O homicídio chocou a cidade, de 14,7 mil habitantes.

Conforme informações levantadas pela reportagem junto a uma fonte de Capitão Enéas, após uma discussão, o suspeito, identificado como Carlos Alberto, de 58 anos, atirou no rosto da própria irmã, Maria Eva, de 60 anos.
Na sequência, com a mulher caída no chão, o homem cortou o pescoço dela golpes de facão. O suspeito fugiu  sem deixar pistas.

Na tarde desta quarta, a Polícia Militar uma operação à procura do homem na zona rural de Capitão Enéas. Um helicóptero foi acionado para o reforço das buscas. De acordo com testemunhas, Carlos Alberto era responsável pelo recebimento dos benefícios previdenciários dos seus pais idosos. Mas, há um certo tempo, seus irmãos perceberam que ele não estava ficando com  o dinheiro da aposentadoria dos pais idosos, que vivem em dificuldades.

A vítima Maria Eva, que era aposentada, morava em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Há alguns meses, retornou à Capitão Enéas, sua terra natal, para cuidar dos pais. A mulher entrou com uma ação judicial e conseguiu decisão judicial e conseguiu decisão favorável para que o irmão lhe entregasse os cartões dos benefícios previdenciários dos pais idosos.

Homem matou a irmã motivado pela disputa de dois cartões de benefícios previdenciários. / Foto: Divulgação