Destaques Polícia

Homem é encontrado morto no lago de Furnas em Capitólio

23 de dezembro de 2020

CRISTIANO AGENDOU UMA REUNIÃO COM A MARINHA PARA BUSCAR SOLUÇÕES. / Foto: Arquivo FM

CAPITÓLIO – De acordo com informações preliminares do Corpo de Bombeiros, o corpo do piumhiense Joel de Oliveira, 50 anos, foi encontrado, boiando, por moradores das proximidades do Lago de Furnas na manhã desta terça-feira, 22, no município de Capitólio. Segundo os Bombeiros a perícia técnica da Polícia Civil esteve no local e, após perícia, encaminhou o corpo para o Instituto Médico Legal (IML) de Passos.

Conforme informações da Polícia Militar, na noite de domingo, 20, por volta de 22h30, uma senhora acionou a PM relatando que havia recebido uma ligação de seu marido que pedia socorro, sendo que ele teria dito que havia sido ferido a golpes de foice em um rancho próximo ao restaurante “Morcegão”, em Capitólio.

De acordo com as informações, o homem estaria bebendo com um colega, de 51 anos, natural de Capitólio, quando se desentenderam e durante a briga o suspeito teria desferido dois golpes de foice na vítima. O homem teria ligado para sua esposa, pedindo socorro e ainda disse que estava fugindo pelas margens do lago, porém já estava sem forças para continuar a fuga.

A Polícia Militar foi ao local e, ao abordar o suspeito, este disse que eles se desentenderam e que a vítima o ameaçou dizendo que iria buscar algo pra ele no carro, nesse momento o autor pegou uma foice e deu um golpe na cabeça, mas que mesmo assim a vítima tentou lhe acertar com uma faca, porém, o autor conseguiu se apoderar da faca e desferir-lhe um golpe na barriga.

Mesmo ferido, Oliveira teria fugido a nado pela represa, o suspeito disse ainda, que ao chegar às margens do lago localizou apenas o celular da vítima e sua camisa. E o mesmo estava desaparecido. A Polícia Militar acionou o Corpo de Bombeiros que realizou buscas nas imediações, sem localizar a vítima. No local estavam a caminhonete da vítima, uma Chevrolet S10, cor branca e vários pertences que foram entregues à esposa da vítima. O autor foi preso em flagrante, bem como a foice e a faca, utilizadas no crime.