Destaques Polícia

Furtos e roubos de motos têm queda na região em 2020

Por Mayara de Carvalho / Redação

3 de fevereiro de 2021

A queda nos furtos e roubos de motos também foi verificada nas 55 cidades da 18ª RISP. / Foto: Divulgação

Passos – O número de motos furtadas em Passos diminuiu 11 % entre janeiro e novembro do ano passado em comparação ao mesmo período de 2019, segundo o Observatório de Segurança Pública de Minas Gerais, da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

A queda também foi verificada nas 55 cidades que compõe a 18ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp). O registro de furtos, que era de 450 em 2019, passou para 354 no ano passado (-21,33%). Nas ocorrências de roubos, houve diminuição de 15,3% (de 13 para 11 registros) em Passos e de 15,7% na Risp, passando de 57 para 48 no mesmo período.

De acordo com o tenente da PM em Passos Carlos Giovani Gomes, vários fatores ocorreram para a queda nos índices.

Atribuímos a diminuição tanto dos roubos quanto dos furtos pela repreensão que temos feito por meio de diversas blitze montadas pelas ruas de nossa cidade e pela participação ativa da população, que está mais consciente sobre onde estacionar e como denunciar crimes como estes”, contou o tenente.

O tenente disse que, na última semana, por meio de ajuda da população, duas motocicletas foram encontradas no bairro Santo Antônio, em Passos.

Tivemos uma denúncia na semana passada, que havia uma casa abandonada com duas motos que seriam produto de roubo e estariam prontas para o desmanche. Chegamos no local e, de fato, uma das motos já estava sendo desmontada enquanto a outra aguardava na fila pelo desmonte. Esses indivíduos roubam e vendem as peças dos veículos automotores. Depois que o desmonte é feito, é muito mais difícil realizar a recuperação da motocicleta, contudo, nesse dia, levamos duas pessoas para a delegacia de Polícia Civil e recuperamos as motos”, explicou Gomes.

Para coibir os casos de furtos e roubos de veículos, o tenente afirma que as blitze são uma das estratégias utilizadas pela PM.

Assim é mais difícil de ocorrer o crime. Estamos aumentando as fiscalizações. Muitas pessoas reclamam de blitz, mas a intenção é evitar que criminosos atentem contra a população. Trabalhamos para localizar veículos roubados, impedir o tráfico de drogas, entre outros. Contudo, se o proprietário do veículo tiver alguma infração de trânsito acabamos por ter que aplicar as medidas administrativas de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro. Então é bom que a documentação e carteira de habilitação, assim como toda a situação do veículo, estejam regular”, explicou.