Destaques Polícia

Disque Denúncia 181 completa 13 anos

21 de novembro de 2020

BELO HORIZONTE — O tridígito 181 Disque Denúncia Unificado – conhecido como DDU – completou 13 anos na última semana. Em todo o estado, foram mais de nove milhões de chamadas recebidas e 960 mil denúncias apuradas pela Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar. O serviço, coordenado pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), foi responsável pela prisão e apreensão de mais de 230 mil criminosos e pela retirada de circulação de 34 milhões em dinheiro advindo do tráfico de drogas.

Ainda em relação aos números, foram 25.859 armas, entre elas fuzis e metralhadoras, 284.092 munições, 44,7 toneladas de drogas como crack e cocaína e 22.024 veículos roubados ou furtados retirados das ruas; além de 143 milhões de reais em multas aplicadas e 60 mil animais apreendidos. Conforme a Sejusp, o resultado positivo foi devido ao cidadão mineiro que denunciou a atividade ilícita. A média é de 200 denúncias realizadas diariamente pela população de forma anônima e sigilosa.

Para o superintendente de Integração e Planejamento Operacional da Sejusp, Leandro Almeida, a contribuição da sociedade é essencial para o bom desempenho do canal. “Completar 13 anos de serviços prestados ao povo mineiro é uma marca muito importante para nós. O DDU se consolida como um elo de confiança entre a população e as forças da Segurança Pública”.

Exemplo disso foi o estouro de um desmanche clandestino de veículos pesados, realizado pela Polícia Militar em Ouro Fino, Sul de Minas, que ocorreu no último dia 30 de outubro. Tratores, retroescavadeiras, ferramentas agrícolas, maquinários e caminhões sem procedência foram apreendidos durante a ação. Alguns deles possuíam ainda queixas de roubo e furto.

Uma criação de porcos, presente em local de proteção ambiental e área desmatada, também foi desmantelada pela polícia durante a ocorrência. A ação só foi possível por meio de uma denúncia anônima que chegou aos militares.

Ranking

Atividades ilícitas relacionadas ao tráfico de drogas lideram as denúncias realizadas pela população. Durante os 13 anos de atuação do canal de denúncias, foram feitas mais de 575 mil denúncias do tipo, o que corresponde a cerca de 60% de todas as ocorrências efetuadas.

Em seguida, estão as denúncias sobre atividades do Corpo de Bombeiros (demandas de vistorias e fiscalização de locais privados e/ou públicos, por exemplo), realização de jogos de azar e crimes ambientais, respectivamente. Informações sobre homicídios, maus-tratos a animais, comércio ilegal, posse irregular de armas de fogo e munições, pessoas foragidas e procuradas, receptação e desmanche de carros, bem como pirataria, também entram na lista das principais motivações para as chamadas efetuadas.

A capital mineira lidera as chamadas com 25% das ligações. Em seguida estão os municípios de Juiz de Fora, Contagem, Uberlândia, Betim e Ribeirão das Neves.