Destaques Polícia

Diego e vereadores fazem reunião sobre furtos e receptação de fios

21 de outubro de 2021

Representantes do executivo, legislativo e da segurança pública se reuniram ontem na Prefeitura de Passos./ Foto: Reprodução.

PASSOS – Representantes dos poderes Executivo e Legislativo realizaram uma reunião para tratar do roubo, furto e receptação de fios de cobre no município. Estiveram presentes no encontro o prefeito de Passos, Diego Oliveira, o vice-prefeito, Arlindo Nascimento, o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Sandro Marques, os vereadores Alex Bueno, Edmilson Amparado, Francisco Senna e Dirceu Soares, o representante da Polícia Civil, o delegado Felipe Capute, o representante da Polícia Militar, tenente Elder.

Na reunião, os presentes levantaram as demandas em conjunto para monitorar, catalogar e dificultar o roubo e receptação dos fios de cobre, a fim de criar uma lei que possa coibir e ampliar a fiscalização das polícias Civil e Militar na cidade, segundo informou a assessoria de imprensa do Executivo.

“Esse é um tema que tem batido à nossa porta repetidamente e estamos preocupados com a população, por isso, estando à frente do município, vamos tomar uma atitude” garantiu o prefeito Diego Oliveira. “Essa reunião é importante para que possamos levantar maneiras de coibir as práticas de furto, roubo e até mesmo a receptação dos fios de cobre. O primeiro passo é a criação de uma lei, que vamos enviar à Câmara. Sendo aprovada, essa legislação vai fortalecer as forças de segurança pública em Passos, para coibir esses delitos que tem incomodado à nossa população”.

O presidente da Câmara Municipal, Alex Bueno, ressaltou a importância de fortalecer a atuação das forças de segurança no município.

“As polícias civil e militar têm feito um trabalho satisfatório em relação a esse delito, que têm sido recorrente e crescente. No entanto, realizamos essa reunião para encontrarmos algumas saídas para essa situação. Com essa proposição, queremos sanar o problema da receptação, além de dar subsídio para que o executivo tenha condição de fiscalizar e oferecer condições para que as forças de segurança possam fazer o seu trabalho com ainda mais força”, disse.

Para o delegado Felipe Capute é necessário regulamentar a atividade de quem compra esse tipo de material e fiscalizar essa atividade para que se possa desencorajar esses delitos.

“Esse encontro com o poder executivo e legislativo municipal foi possível para a polícia expor a situação atual em Passos e estamos em busca de novas ferramentas para reprimir, sobretudo à prática de receptação desses materiais que estão sendo diariamente subtraídos da cidade”, afirmou o Delegado Felipe Capute.