Destaques Polícia

Bombeira de Monte Santo de Minas está entre os nove soterrados em gruta

3 de novembro de 2021

Débora Silva Ferreira, de Monte Santo de Minas é uma das vítimas do soterramento na gruta em Altinópolis./ Foto: Reprodução.

MONTE SANTO DE MINAS – Uma moradora de Monte Santo de Minas está entre os nove bombeiros civis que morreram soterrados em uma gruta em Altinópolis, no interior de São Paulo. Débora Silva Ferreira realizava o treinamento na hora do acidente. Nesta segunda-feira, 1º, a Prefeitura de Monte Santo de Minas divulgou uma nota de pesar. O Executivo lamentou a morte da cidadã monte-santense e se disse profundamente sensibilizado, além de estar em luto.

“(Débora era) dedicada, tendo prestado relevantes serviços salvando vidas. Hoje, Monte Santo de Minas sente a profunda perda de uma pessoa corajosa e determinada. Neste momento de dor e consternação, só nos cabe agradecer pela convivência, pela significativa contribuição ao nosso município e principalmente pelo privilégio da amizade construída ao longo do tempo que aqui esteve”, diz.

No final da nota de pesar, a administração municipal se solidariza com todos os familiares e amigos, expressando “as mais sinceras condolências, em face dessa perda prematura e irreparável”. Segundo apuração, Débora morava com o pai em São Paulo já há algum tempo e ainda não há informação certa sobre o sepultamento.

Em contato com a reportagem, o prefeito da cidade, Carlos Eduardo Donnabella (PSDB), disse que Débora prestava serviço em uma empresa em outra cidade e classificou o acidente como trágico, já que a “gruta estava lá há vários anos e acabou desabando”. O chefe do Executivo disse que embora a bombeiro civil não morasse na cidade mais, sempre gera uma comoção no municipio.

Seis das nove vítimas fatais foram veladas juntas em Batatais, cidade vizinha ao local onde o acidente aconteceu. O velório foi realizado no Ginásio de Esportes Marinheirão e foi exclusivo aos familiares das vítimas das 8h30 às 10h30 da manhã. Após esse horário foi aberto ao público até as 15 horas.

Foram velados no ginásio os corpos de Celso Galina Júnior, José Cândido Messias da Silva, Elaine Cristina de Carvalho, Rodrigo Triffoni Calegari, Jonatas Ítalo Lopes e Jenifer Caroline da Silva. O horário dos sepultamentos ainda não foi definido.

Os corpos das outras três vítimas foram velados em cidades vizinhas por decisão das famílias. O corpo de Natan de Souza Martins será velado em Altinópolis, o de Ana Carla Costa Rodrigues de Barros, em Sales Oliveira, e o de Débora Silva Ferreira em Monte Santo de Minas.

O teto desabou durante treinamento de bombeiros civis. Nove pessoas morreram soterradas em decorrência da queda de parte da estrutura do teto de uma gruta em Altinópolis, na região de Ribeirão Preto, interior de São Paulo. O desabamento aconteceu no início da madrugada de sábado para domingo. Segundo os bombeiros, de um grupo de 28 pessoas estava na gruta participando de um treinamento de bombeiros civis. Dez ficaram soterradas.

Apenas uma foi resgatada com vida e foi encaminhada para um pronto-socorro da região; seu estado de saúde não foi divulgado. De acordo com as informações iniciais, as mortes foram causadas por asfixia e trauma.