Destaques Polícia

Aspan realiza reunião inédita com palestras da PM

Por Talita Souza / Especial

19 de Maio de 2021

Parceria entre associação e PM impede tentativa de roubo. / Foto: Divulgação

PASSOS – A Associação de Moradores do Jardim Panorama (Aspan), de Passos, realizou, de forma remota, a primeira reunião com palestras inéditas da Polícia Militar e da Rede de Proteção, no último dia 4, por meio do WhatsApp. A reunião contou com a participação de moradores do bairro Jardim Panorama e palestras dos policiais tenente Hippert, sargento Thiago Costa e o aspirante Felipe Santana.

De acordo com Keila Reis, moradora do bairro Jardim Panorama e ex-presidente da Aspan, a associação, que existe desde 2008, vem colaborando no fortalecimento da Rede de Segurança em parceria com a PM.

Em postagens no grupo da associação e da rede é notável a satisfação e apoio constante dos vizinhos com as demandas diversas do bairro e, principalmente, em relação à segurança. Desde junho de 2019, a Aspan colabora no fortalecimento da rede com a criação das regras para o grupo no WhatsApp, formulário online para cadastro e validação dos moradores em cada rua, acompanhamento diário do grupo e diálogo com a PM”, disse.

Mesmo com a pandemia, os moradores do Jardim Panorama continuaram mobilizados por meio de ações em prol do bairro através da associação, que já atua há mais de dez anos. Para o tenente Hippert a união dos moradores à rede é sempre coesa e pronta a ajudar, sendo considerada o melhor setor da cidade em termos de organização.

Com o início do biênio 2021/2023, será realizada a formação de uma nova diretoria para a Aspan. Segundo Keila, na próxima semana acontecerá uma reunião para definir os cargos para o novo biênio.

A gente vai ter mais uma reunião, semana que vem, para definir os nomes dos membros e cargos. Já temos os nomes das pessoas, temos doze vizinhos que se voluntariaram a participar dessa nova constituição, mas ainda não definimos os cargos. Vamos definir na próxima reunião, agora, nesta semana, só com os membros da associação com esses que se voluntariam para definirmos e passar para todos os moradores para poder ser registrado em cartório a ata final”, afirmou.