Destaques Polícia

Adolescentes são apreendidos por incêndio em Paraíso

Por Ralph Diniz / Especial

13 de Maio de 2020

Foto: Divulgação

S.S. PARAÍSO – Na noite de segunda-feira, 11, dois adolescentes foram apreendidos depois de atearem fogo em lote vago no bairro Rosentina, em São Sebastião do Paraíso. As chamas se propagaram e atingiram uma área de preservação permanente próxima ao local do crime. À Polícia Militar, a dupla afirmou que iniciou o incêndio por diversão.

Segundo informações, populares viram os dois adolescentes, de 14 e 16 anos de idade, ateando fogo em um terreno baldio e acionaram a Polícia Militar. A dupla até tentou fugir de bicicleta, mas acabou capturada minutos depois. Aos militares, eles disseram que incendiaram o local “apenas para se divertirem”. Eles foram apreendidos e levados à 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil. Os pais dos menores foram convocados pelo delegado de plantão para o registro da ocorrência.

Enquanto isso, uma equipe de combate a incêndios do Corpo de Bombeiros teve que ir até o local, uma vez que o fogo se alastrou rapidamente e atingiu uma área de floresta nativa existente entre os bairros Jardim Canadá e Rosentina. Os militares levaram mais de duas horas e meia para conter as chamas, que consumiram quase 3 mil metros quadrados de área verde. Ao todo, foram gastos 15 mil litros de água na operação.

Segundo o comando do 2º PBM, a corporação tem atendido um alto número de incêndios em São Sebastião do Paraíso nas últimas semanas. Os dois últimos ocorreram na manhã de ontem, 12. O primeiro ocorreu no Jardim Diamantina, onde as chamas consumiram parte de uma área de preservação permanente e um pasto. Enquanto atendiam essa ocorrência, os bombeiros receberam um chamado para combater o fogo no telhado uma residência no Jardim Planalto. Uma equipe se deslocou até o endereço e conseguiu controlar as chamas rapidamente. Não havia ninguém na casa no momento do incidente.

Dados fornecidos pela assessoria de comunicação da corporação apontam que, em abril, foram registrados 46 casos de incêndios em geral no município. Já neste mês, já são 31 ocorrências atendidas. “Prematuramente estamos no período de estiagem, e há aumento significativo de ocorrências de incêndios tanto no perímetro urbano como na zona rural, afetando também as margens das rodovias, com risco de acidentes devido acúmulo de fumaça; e os incêndios ocorrem na maior parte das vezes, por ação humana”, explicou o tenente Monteiro, comandante do pelotão.