Destaques Polícia

AB Nascentes registra queda em queimadas no sistema MG-050

8 de setembro de 2020

Foto: Divulgação

PASSOS – Levantamento da concessionária AB Nascentes das Gerais mostra que o número de de focos de queimadas no trecho da rodovia MG-050 entre Piumhi e São Sebastião do Paraíso diminuiu 28,26% em 2020 em relação ao ano passado. Entre janeiro e agosto foram 33 registros. No mesmo período de 2019 foram 46.

A empresa tem uma parceria com o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) para diminuir os problemas relacionados às queimadas – dois caminhões de brigadistas, abafadores e aceiros são utilizados em ações nos pontos mais críticos da rodovia. Além disso, para minimizar os prejuízos ambientais, a concessionária pretende intensificar todo o trabalho de roçada e capina.

Os incêndios provocam graves prejuízos ao meio ambiente e comprometem a segurança dos motoristas, visto que a fumaça reduz a visibilidade e a situação que pode provocar acidentes. Ao recebermos algum chamado de incêndio através dos canais de atendimentos aos usuários, acionamos imediatamente os bombeiros para que, com os recursos entregues pela concessionária através do contrato de concessão, façam o combate à queimada e, ainda, junto de nossas equipes operacionais, realizamos o suporte à ocorrência na sinalização necessária ao atendimento seguro da situação”, informou a concessionária por meio de nota.

Para evitar incêndios às margens das rodovias que estão sob administração da AB Nascentes das Gerais, a empresa incentiva a realização de denúncias pelo telefone 0800 282 0505 ou pelo 193, direcionadas ao Corpo de Bombeiros. A orientação é para que moradores e viajantes evitem o descarte de bitucas de cigarro na pista, não queimem lixo ou vegetações secas e não façam fogueiras ou soltem balões.

Conforme o levantamento, também houve queda nos registros de incêndios entre o município de Juatuba, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e São Sebastião do Paraíso. Ao todo, a diminuição foi de 21,14% – até agora foram atendidas 138 chamadas, contra 175 casos no mesmo período do ano passado.