Do Leitor

Nossa fama

31 de Maio de 2021

É claro que quando o papa disse que no Brasil tem muita cachaça e pouca oração ele se referia ao Lula. Quanto ao Bolsonaro, ele pode dizer que temos muita pandemia e pouca solução. Fazer o que, se não aprendemos…

Luiz Frid – São Paulo/SP

CPI deprimente

Não dá para acreditar no show de horrores que é a CPI da Covid. CPIs são constituídas por gente séria, para fazer uma investigação séria. Não é o caso aqui, mesmo não sendo o Brasil um país sério… É assustador este reality show: começando pelo relator, um senhor obcecado por incriminar a tudo e todos; passando para o presidente da comissão, um senador sem compostura, mal educado, com uma voz ameaçadora; até chegar ao vice-presidente da CPI: um histérico!

As brigas são diárias, a falta de educação é constante. Os únicos que se mantêm mais ou menos na linha são os que foram intimados a depor. É uma vergonha e retrato do Brasil atual que senadores, escolhidos por nós e pagos por nós, se apresentem desta maneira caricata e mal educada. Ninguém sabe o que quer, para onde vai, a única coisa que sabem é que vão receber gordos salários para trabalhar (e gritar) durante três dias por semana em Brasília, fazendo de conta que são grandes defensores da moralidade. É deprimente.

Marta Lawson – São Paulo/SP

Casa da mãe Joana

Com as fronteiras do País escancaradas a qualquer pessoa que chegar a um porto ou aeroporto, como se fosse a casa da mãe Joana, não surpreende que uma nova cepa, a indiana, ainda mais letal que a outra, tenha aportado por esta verde-amarela terra de ninguém. Enquanto não forem adotadas rigorosas medidas sanitárias para quem vier ao Brasil, sejam nacionais retornando do exterior ou estrangeiros, não haverá como deter as variações do coronavírus. Ou se passa a tranca na porta, ou hospitais e cemitérios continuarão lotando. Pobre Brasil.

J. S. Decol – São Paulo/SP