Do Leitor

Excessos à parte

22 de fevereiro de 2021

O deputado Daniel Silveira realmente passou dos limites. Mas o STF e, em especial, o ministro Moraes deveriam estar atentos ao que rola nas redes sociais, cartas de leitores e artigos de comentaristas políticos. Sem medo de errar, diria que aos 57 milhões de eleitores de Bolsonaro, outros 50 milhões têm o desejo de ver punidos e pelas costas os ministros do STF pela inobservância elementar do direito. Infelizmente não o praticam, mas servem-se dele.

Paulo Henrique Coimbra de Oliveira – Rio de Janeiro/RJ


Povo sem civilização

Em plena pandemia, os foliões do carnaval de 2021 foram irresponsáveis, inconsequentes, desajuizados, inconscientes, imprudentes, insensatos, loucos, descuidados e negligentes com a comunidade onde vivem. Até parece que o mundo vai acabar se os brincalhões do carnaval não se aglomerarem nas ruas e nas casas de festas clandestinas.

As consequências podem ser muito sérias para os familiares mais velhos ou com alguma comorbidade. A falta de juízo foi enorme e bem regada a bebidas alcoólicas. Atitudes insensatas como essa farra carnavalesca produzem efeitos retardados e lotam os pronto-atendimentos em 15 dias. Essa é a triste realidade de um país subdesenvolvido.

José Carlos Saraiva da Costa – Belo Horizonte/MG


Novo técnico

O Atlético Mineiro tinha tudo para ser o grande campeão do Brasil. Faltou-lhe apenas um técnico de garra, inteligência, esquemas vitoriosos de jogo, dinâmica nas 4 linhas. Mas não. O que assistimos ao longo do campeonato foi um sujeito medroso, acuado ante qualquer resultado, sem garra, sem força motivacional, fazendo corre prá lá e prá cá, com cara de bravo e mais nada.

Péssimo nas substituições e de uma sequência de nada ganha, além do Mineiro/20. A hora é chegada para um técnico jovem, de valor inegável, campeoníssimo, que levaria o Galão da Massa a ganhos nacionais e internacionais. Esse técnico está doido para vir para o Brasil… Seu nome é Marcelo Gallardo. Não há mais o que discutir. É tão somente agir e chega de experiências.

Geraldo Angelini – Belo Horizonte /MG