Do Leitor

Eventos clandestinos

5 de março de 2021

Apesar da atual situação grave em que se encontra o país, com o número crescente de infectados e mortos pela covid-19, eventos clandestinos seguem ocorrendo em muitos lugares. Baile funks, baladas, shows sertanejos e festas dos mais diversos tipos têm sido recorrentes, apesar da proibição de aglomerações e da necessidade do isolamento social, e isso demonstra a falta de empatia, respeito e noção das pessoas que não respeitam as medidas de segurança da pandemia. É preciso que exista uma fiscalização mais severa contra esses eventos, que busquem investigar, multar e até prender aqueles que promovem aglomeração em meio à pandemia, colocando vidas em risco.

Guto Cardoso – Belo Horizonte/MG


Estudantes reprovados

Segundo dados da última avaliação nacional pré-pandemia do Sistema de Avaliação do Ensino Básico (Saeb),espantosos 95% (!) dos estudantes terminam a escola pública sem o conhecimento esperado de Matemática e nada menos de 69% (!) não chegam ao nível considerado adequado em Português. Que futuro se pode prever e desejar para o País diante de um quadro tão desolador e desanimador? Muda Brasil!

J. S. Decol – São Paulo/SP


Fins e meios

No combate ao crime, principalmente a corrupção (que é um dos mais danosos), “os fins justificam os meios”, ou seja, para desbaratar crimes, vale tudo. Infelizmente a nossa Justiça nem sempre age assim. Daí é preciso, com urgência, o Legislativo (Câmara e Senado) legalizar todos os meios para que os malfeitores presos não sejam libertados como, com frequência, acontece (“aos inimigos os rigores da lei, aos amigos os favores da lei” na nossa “cega” “Justiça”), para que Moro e Dallagnol não sejam presos e evitar a soltura da bandidagem.

Humberto Schuwartz Soares – Vila Velha/ES