Do Leitor

É a vida e assim seja

14 de Maio de 2021

O que é o que é: é a vida tão somente, ela é bonita, é muito bonita para se viver. O que é meu irmão? O que é meu amigo? O que é meu par, meu parceiro? É a vida? Vamos lá, vivê-la com intensidade? A vida pode ser diferente para uns, mas mesmo assim, é parecida em muitos momentos alegres e tristes: se perdemos algo, “é a vida”. Mas, se ganhamos também “é a vida”.

A vida é mágica, alegre ou triste, e todo mundo quer viver. A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios, mas por isso, mesmo cante, chore, dance, corra, pule, grite, ria, brigue e viva sem reclamações, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos. Acho que deveríamos apressar em viver bem e pensarmos que cada dia é por si só, um novo dia, numa vida.

Só nesta fase da minha vida, (pra lá dos 77), percebo que viver ultrapassa qualquer entendimento do que é a vida simplesmente e não dá para viver esperando a morte chegar. Hoje penso só em viver bem – é difícil – são muitos problemas, não só os meus, mas penso em ir vivendo cada dia o dia. E tem coisas que valem a pena pensar como o poeta Fernando Antônio Pessoa: Ás vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale ter nascido… Viva a vida, por enquanto momentaneamente do jeito que se apresenta, mas sempre com muita vontade de viver. Sei lá, eu estou aqui, estou vivo, tentando escrever sobre a vida. E o melhor sobre vida, é do ator e escritor (entre outras) Charles Spencer Chaplin: “A vida é maravilhosa se não se tem medo dela e viver sem ponto final”. E ponto final.

Fernando de Miranda Jorge – Jacuí/MG


É comprovado cientificamente que as máscaras de modelo PFF2 e N95 possuem um nível de filtragem muito maior que as máscaras cirúrgicas comuns ou de pano, que são utilizadas pela maioria da população, fazendo com que as pessoas que utilizam esses modelos mais seguros tenham menos chances de contrair o coronavírus.

É preciso que o governo, juntamente à mídia, incentive o uso desses modelos, explique sobre a possibilidade de reutilização e como essa deve ser feita, e disponibilize essas máscaras gratuitamente para a população, principalmente pelo fato de que existem modelos desse tipo com preço muito acessível. Assim como negligenciou o desenvolvimento e a compra da vacina, o governo segue sem tomar medidas tão simples que poderiam diminuir o espalhamento do vírus, como a distribuição de máscaras mais eficazes.

Marcos Araujo – Belo Horizonte /MG