Do Leitor

Bolsonaro viaja e inaugura

2 de junho de 2021

Bolsonaro termina obras deixadas pelos governos anteriores e as inaugura. São muitas mesmo! São de governos de esquerda, de alguns políticos extremamente competentes na arte de lesar o erário.

O chefe deles, todos sabem quem é! Abençoado por certos amigos, teve suas condenações anuladas. Mas, os crimes não foram anulados e nem sei se podem! Dizem que tudo começará do zero novamente para alegria de seus amáveis admiradores. Corre-se o risco de prescrição, pois, tudo é “normal no país de Cabral”!

Enquanto isso, muitos seguidores e admiradores do sujeito, que o aprovam, que o defendem, preferem atacar o atual governo. Não sei o motivo, mas, parece-me que é por inveja, já que seus ídolos não tiveram competência para governar o Brasil honestamente. Preferem acreditar em alguns grandes veículos de comunicação, quando, vários jornalistas sérios estão hoje nos canais da internet. Não aceitaram ser “robôs” de seus patrões em certas mídias.

Insatisfeitos, vários opositores atacam, nas mídias, os que pensam diferente, chamando-os de fanáticos e outras “amenidades” mais. Existem fanáticos sim, na política, nos esportes, nas religiões, etc. Devem ser censurados e reprimidos quando extrapolam os limites legais. Mas, chamar os admiradores de determinado governo ou partido político de fanáticos, com pendor pejorativo, não parece ser nada educado, nada civilizado, seja lá o lado que for.

Mas, tem gente que é contumaz mesmo! Tal atitude só demonstra raiva, rancor, inconformismo e inveja do sucesso do outro. Quando a inveja é demais, ela queima o sujeito por dentro. O coração, talvez, um dia não aguente. Além da covid-19, ruminar ódio também mata!

Professor Luiz Guilherme Winther de Castro – Carmo do Rio Claro/MG – E-mail: [email protected]


Desacreditado

O ministro Antonio Dias Toffoli não ficou nem um pouquinho corado ao votar em seu próprio favor na delação de Sérgio Cabral que o envolvia diretamente. Como acreditar na Justiça depois dessa. Só no Brasil acontece algo assim.

José Alcides Muller – Avaré/SP