Do Leitor

Amor rompe fronteiras

25 de fevereiro de 2021

O significado mais importante de nossa existência é o amor. Sem ele, a vida não teria alicerces sólidos para enfrentarmos as dificuldades e problemas que todos nós passamos. Mas, quando estamos amando, os obstáculos que a vida nos impõe parecem pequenos e diminuem de proporção e importância em um grau muito intenso.

Isso acontece porque nossa alma se torna leve como pluma, cristalina e pura como a nascente de um rio. Esse sentimento tão forte que alimentamos a cada dia, com mais intensidade que ontem, com menos intensidade que amanhã, preenche nossos corações afagados pelo mais puro êxtase da explosão de emoções que nos contagia e faz florescer nosso âmago, envolvido na cintilação de raios de aurora…

Quando conseguimos atingir o ápice mais profundo desse sentimento, nossa alma não mais pode ser comparada a nascente de um rio, porque o tempo não volta e as águas desse rio se renovam a cada dia, como deve ser nossa vida. Mas sim, podemos compará-la como uma exuberante cachoeira, que envolta pelo belo cenário que a natureza nos proporciona, enfeitam nossos olhos e nos transmite uma paz duradoura, que nos enfeitiça de mais pura alegria e satisfação!

Assim é o verdadeiro amor, que uma vez encontrado, nunca se perde em sua abstração. Mas, por ironia do destino, se vier a perdê-lo algum dia, por alguma fatalidade, não se desespere! Porque meu estimável leitor, mesmo que você não possa mais vê-lo por meios carnais, esse sentimento já estará patenteado em seu coração para todo o sempre em sua existência. E nada nem ninguém poderá tirá-lo de dentro de você!!! Isso será o seu tesouro mais precioso, o tesouro da alma que é capaz de romper qualquer fronteira…

Fabiana Agelune Tavares – Passos/MG


Fonte da paz

O que é amor verdadeiro? Amor verdadeiro forma um ângulo de 90 graus entre a linha vertical e a horizontal, e se ajusta em qualquer lugar para onde vá. Deve ajustar-se igualmente nas casas orientais e ocidentais. Amor verdadeiro pode ajustar-se em qualquer lugar e todos os lugares, independentemente de antecedentes raciais, culturais e religiosos diferentes. (180-86, 7.8.1988) S.M.Moon

Aparecida Baldini – Passos/MG