Opinião

Criminosa quebra de decoro

23 de abril de 2020

É com enorme satisfação que recebo a notícia que a Santa Casa de Misericórdia de Passos foi apontada como o melhor hospital de Minas Gerais e o 12º melhor do país em uma pesquisa feita por 21 países e divulgada pela revista semanal norte-americana Newsweek e a empresa global Statista Inc. Foram listados os melhores hospitais no Brasil, avaliados a partir de questões técnicas, estrutura e profissionais capacitados para atendimento aos pacientes.

Essa notícia nos é apresentada no momento que a Santa Casa vive alguns de seus dias mais complexo em decorrência da pandemia do novo corona vírus – que tem vitimando milhares em todo planeta.

Em nome de toda população regional nosso sincero desejo que a Santa Casa de Passos continue sensível à demanda de todo nosso povo e também obrigado por todos os serviços carinhosamente dedicados à nossa comunidade. Parabéns a direção do hospital, a todo corpo clínico e demais servidores e prestadores de serviço da Santa Casa de Passos.

Hoje o grande temor de todos é a facilidade de transmissão da Covid-19. Em poucos dias o novo corona vírus tem potencial de levar ao colapso todo sistema de saúde do país. Já estamos assistindo a enorme dificuldade que vem enfrentando a Europa e os Estados Unidos. O pico da pandemia deverá atingir o Brasil no mês de maio. Vamos orar muito. O povo brasileiro é extremamente vulnerável e o vírus tem se mostrado muito letal.

A iminente falta de leitos, de respiradores, de ventiladores e até insumos é um problema enfrentado em todo país. A gente sabe que as unidades de pronto atendimento no Brasil é um problema crónico – nos mais variados estados da federação. O modelo do Sistema Único de Saúde no é perfeito. Porém, na prática esse modelo apresenta inúmeras falhas. Vamos de novo apelar para Jesus Cristo – nosso salvador universal!

Em meio a maior crise de saúde em todo mundo nosso presidente, Jair Bolsonaro, demite seu ministro da Saúde Luiz Henrique Mandeta – que vinha realizando um excelente trabalho. O presidente ficou com inveja de Mandeta, pois seu trabalho estava criando uma enorme sombra no Palácio do Planalto.

Contudo, essa não é a criminosa falha de decoro que eu destaquei no título desse texto. Impossível é ficar calado diante dos ataques brutais que sofreu a democracia brasileira no último final de semana, em Brasília. Na oportunidade, um grupo de manifestantes fez um ridículo movimento pedindo a volta a ditadura. O destaque do evento foi a presença de Jair Bolsonaro inflamando os manifestantes.

Além de ser um atentado contra a democracia, a turma promoveu uma grande aglomeração – o que é totalmente inaceitável em época de pandemia do corona vírus.

É muito triste e criminoso ver o presidente em uma manifestação que prega a volta do Ato Institucional número 5. O presidente é reincidente nesse tipo de conduta. Bolsonaro pode muito, mas não pode tudo. Espero uma medida enérgica dos demais poderes pois vai ficando perigoso essa conduta totalitária vinda do presidente da República.

Várias autoridades divulgaram nota de repúdio, no entanto, o presidente deve ser advertido com mais energia. O país não pode e não deve aceitar esse tipo de conduta de ninguém, ainda mais do líder maior da nação. O povo exige mais respeito.

 

Paulo Natir é jornalista.