Música Destaques

‘O Charme do Violão Mineiro’ apresenta Maria Rachel nesta terça-feira

Música

2 de agosto de 2021

Maria Rachel é violonista e professora:/ Foto: Aloísio Castro Cambraia

A convidada para a entrevista de número 13 do ciclo “O Charme do Violão Mineiro” (dia 29 de junho) é a violonista e professora Maria Rachel – mineira de Belo Horizonte. Este ciclo é apresentado pelo violonista, professor e produtor cultural Celso Faria. Realizado de forma remota, ele teve início no dia 11 de maio de 2021, e ocorre sempre às terças-feiras, às 20h30, no canal do YouTube do violonista nas redes sociais do Grupo Folha. Assista pelo link:https://bit.ly/maria-rachel.

Maria Rachel iniciou seus estudos de violão aos dez anos de idade. Foi aluna de Mozart Bicalho e José de Assis Martins (Belo Horizonte) e Isaías Sávio (São Paulo). A primeira aparição pública de Rachel ocorreu no auditório do Minas Tênis Clube (Belo Horizonte), em 1968. Neste mesmo ano, Maria Rachel se apresentou frente à uma orquestra, solando o ‘Concerto em Ré Maior’, de Antônio Vivaldi, no auditório do Instituto de Educação de Minas Gerais (Belo Horizonte) – primeira performance de uma obra para violão e orquestra em Minas Gerais.

Em abril de 1970, Maria Rachel recebeu a ‘Palma de Ouro’ na categoria ‘Revelação Artística’. Rachel obteve Menção Honrosa no ‘Concurso Nacional de Violão’ (São Paulo, 1970) e foi Semifinalista no ‘Concurso Internacional de Violão do Rio de Janeiro’ (1971).

Em março de 1973, Maria Rachel foi convidada a fundar o Curso de Violão na Escola de Música da Universidade Mineira de Arte, atual Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) – o primeiro em uma instituição pública no Brasil. Neste mesmo ano, teve seu registro aprovado pelo Conselho Federal de Educação, em Brasília, como Professora Titular de Nível Superior – ela está entre os dois primeiros professores brasileiros reconhecidos pelo MEC.
Em 1975 e 1976, Rachel participou do ‘Seminário Internacional de Violão’, promovido pelo Liceu Palestrina (Porto Alegre) e, em 1975, do “Seminário Internacional de Guitarra” (Montevideo).

Formou-se no Conservatório Brasileiro de Música (Rio de Janeiro), em Violão Clássico (Curso Técnico), em 1974. Rachel fundou o Curso de Violão na Escola de Música da UFMG, em 1976 – primeiro em uma universidade pública no Brasil.

Maria Rachel é Bacharel em Violão pela Uemg (1986), Especialista em Educação Musical pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) (1986) e Mestre em Música pela Manhattan School of Music (1989). Dentre as condecorações recebidas por ela, destacamos a ‘Comenda do Mérito Artístico’, concedida pela Fundação Clóvis Salgado – Palácio das Artes -, em 1976 e a ‘Medalha da Inconfidência’, na categoria Distinção em Música, concedida pelo Governo do Estado de Minas Gerais, em 1990.