Música Destaques

Grupo BTS vence o American Music Awards

MÚSICA

23 de novembro de 2021

Integrantes do grupo BTS foram os maiores vencedores da noite, em três categorias./ Foto: Reprodução.

A 49° premiação dos American Music Awards foi realizado na noite de domingo madrugada de segunda-feira, em Los Angeles. O Microsoft Theatre foi o palco central de mais uma edição da cerimónia. Entre os cantores mais indicados às premiações estavam Olivia Rodrigo, The Weeknd, Bad Bunny, Doja Cat e Giveon. Porém, o grande favorito da gala foi o grupo sul coreano BTS, que venceu três categorias.

A cantora Cardi B foi a anfitriã da noite responsável por comandar a cerimónia, tornando-se a segunda rapper feminina na história a apresentar os AMAs. Anteriormente, apenas Queen Latifah o tinha feito, apresentando a edição de 1995. O duo Silk Sonic, composto pelos músicos Anderson . Paak e Bruno Mars, foi o grande responsável por abrir a cerimónia “Smokin’ Out The Window” ao vivo. A dupla apresentou-se pela primeira vez no palco, juntamente com Olivia Rodrigo, Mickey Guyton e Walkey Hayes.

Os maiores vencedores da noite foram BTS. Entre as três categorias vencidas, levaram a de “Melhor Grupo ou Duo Pop”, “Música Pop Favorita” com o single “Butter”, e a mais cobiçada de todas categorias, Artista do Ano. Ainda entre os mais premiados da noite ficou a artista Doja Cat. Venceu, igualmente, três prémios, mas nas categorias de “Colaboração do Ano”, “Artista R&B Feminina Favorita” e de “Álbum R&B Favorito”.

Voltando às performances, a banda de rock italiana Måneskin, indicada pela primeira vez para o AMA, entrou com o pé direito ao cantar o seu hit global “Beggin”. Marcou também presença o Dj Diplo, como sendo o primeiro curador musical. Ao longo da noite o Dj mais aclamado cumpriu o seu papel e tocou os sucessos mais icónicos da atualidade.

A celebração contou, ainda, com as duas apresentações dos grandes vencedores, BTS, que além de uma performance de “Butter” ao lado da rapper Megan Thee Stallion, fizeram questão de mostrar ainda mais o seu talento ao som de “My Universe” acompanhado pelo grupo Coldplay. Esta música conta do álbum recentemente lançado pela banda de Chris Martin, Music Of The Spheres.

Na categoria feminina, foi Taylor Swift a vencedora da estatueta de “Melhor Artista” e ainda arrecadou a de “Melhor álbum Pop”. A artista acompanhou e agradeceu à distância, via vídeo, o carinho que os fãs tiveram com o seu álbum. Já na categoria masculina, quem levou o título de “Artista Pop Favorito” foi o cantor Ed Sheeran. Também Meghan Thee Stallion venceu dois prémios, sendo a de maior destaque a música “Body” que foi considerada a “Música de Tendência”.

“Montero (Call Me By Your Name)”, de Lil Nas X, foi eleito o “Melhor Videoclipe. Já na música latina, Bad Bunny deixou a sua marca ao ser premiado na categoria de “Artista Favorito” e levou para casa o título de “Melhor Álbum Latino”, com El Ultimo Tour Del Mundo. Do lado feminino, Becky G foi a vencedora do título de “Artista Latina Favorita”.

Repleto de personalidades que marcaram durante todo o ano a indústria musical, este evento celebra os maiores talentos numa entrega de mais de trinta prémios nas mais variadas categorias. Nesta edição, a premiação fez história ao contar com performances dos artistas mais memoráveis do ano, com os momentos de boa disposição da apresentadora Cardi B e com a adição dos prémios de “Música Tendência”, “Duo ou Grupo Latino Favorito”, bem como “Artista Gospel Favorito”. Mais uma gala bem passada, para nos fazer sentir que voltou tudo um pouco ao normal.