Música Destaques

Mayana Neiva aposta na música

Daniel Silveira

13 de junho de 2022

A atriz Mayana Neiva lança o primeiro single da sua estreante carreira de cantora, explorando dualidade entre o infinito e o temporário./ Foto: Divulgação.

Com mais de 15 anos dando vida a personagens diversos no teatro, cinema e televisão, a atriz Mayana Neiva resolveu se arriscar em outro universo artístico: a música. Mayana acaba de lançar o single E Agora?, que faz parte de um projeto maior, um álbum que está em fase de finalização e que deve ser lançado ainda no início deste segundo semestre.

Arriscar aqui é um modo de dizer. Na verdade, Mayana resolveu dar vazão a um desejo antigo. A atriz já tinha cantado algumas vezes com a banda Quimbará em apresentações do grupo na noite de São Paulo. “Era um sonho guardado dentro de mim”, explica. “Passei alguns anos morando fora do Brasil e voltei com fome de mergulhar nas minhas raízes e no que me fazia feliz”, continua.

Foi durante a pandemia que o start aconteceu e Mayana decidiu lançar um trabalho autoral. “Pra todo começo a gente precisa de muita humildade e um pouco de atrevimento”, brinca. “Como atriz eu to sempre contando histórias de outras pessoas, então eu me voltei para dentro”. Assim surgiu seu novo projeto, que começou com o lançamento do manifesto audiovisual Cordel da Mulher Paraibana.

A experimentação que deu o pontapé inicial na sua carreira como cantora foi dirigida e interpretada por ela e gravada no sertão da Paraíba, seu estado natal. O vídeo, lançado em março, reúne, além da atriz, outras mulheres, tudo isso para celebrar sua ancestralidade feminina, latina e, sobretudo, nordestina.

Já E Agora? é inspirada no conceito de Dakini (bailarina do céu) do budismo. O trabalho fala da dualidade entre o temporário e o infinito. “A gente é esse ser temporário, mas é divino. Se me perco desse divino também me perco do sagrado em mim”, explica. É um pouco do que a música explora. “Fala de amor de uma maneira mais ampla, desse amor que é não só pelo outro mas por nossa face eterna, pelo divino em nós e em tudo”, revela a artista.

Desde jovem, Mayana experimentou morar fora de Campina Grande, a cidade paraibana onde nasceu. Ainda adolescente foi para os Estados Unidos, onde começou os estudos em artes cênicas. Depois que voltou ao Brasil experimentou ainda a carreira de modelo, foi Miss Paraíba e se mudou para São Paulo para investir na vida de atriz. Também morou no Uruguai e na Argentina.

Ela conta que estar fora de seu local de nascimento, passar por outros lugares e culturas, a ajudou a perceber o que, de fato, importava. “Foi muito importante ter morado na Argentina, Uruguai, Estados Unidos, trabalhar em inglês e espanhol… Olhar de fora me ajudou a entender a força que o Nordeste tem e perceber que o mundo não é diferente de lá e que o Nordeste está no mundo”, celebra.

Mayana explica o momento de sua carreira e de suas decisões deixando claro que voltar-se para dentro, para suas raízes, a ajuda também a querer ir além. “A raiz te dá um trampolim para o mundo”, pontua.