Literatura Destaques

Passenses finalistas em prêmio internacional

LITERATURA

12 de janeiro de 2022

Obras de autores passenses foram finalistas no melhores do ano da Literarte./ Foto: Divulgação.

O casal de escritores passenses Deucelia Maciel e Carlo Montanari, após concorrerem com 130 participantes, foram finalistas do “Prêmio Melhores do Ano 2021 da Literarte”, com sede no Estado do Rio de Janeiro. O evento acontece todos os anos desde 2010 em todo o Brasil e em 19 países onde a Associação Internacional tem associados. São várias categorias onde os membros têm a oportunidade de mostrar seus trabalhos nas áreas de literatura, artes plásticas e música.

A Associação Internacional de Escritores e Artistas, com nome fantasia de Literarte, presidida por sua fundadora, a escritora Izabelle Valladares, (que também trabalha como historiadora e apresentadora de programas na TV, com entrevistas/notícias do meio literário), realizou mais este evento, que os escritores de Passos foram finalistas entre 20 participantes.

A categoria “Melhor Livro do Ano” aconteceu, como os demais, em sistema de rodízio pelos Estados Brasileiros, onde os troféus e diplomas são entregues em noite e de gala, com saraus literários/musicais e jantar.

As categorias, como Troféu Revelação, (que em 2014, em Ouro Preto – Minas Gerais, Carlo Montanari foi o homenageado); Troféus Melhor Livro de Contos, de Poesias, Destaque Musical e em Artes Plásticas, bem como Melhor Livro Bilingue (categoria em que Deucelia Maciel foi a vencedora em 2013, com o seu livro infanto-juvenil The Enchanted Library/A Biblioteca Encantada).

Outras categorias ainda possibilitam reconhecimento e premiações. Em 2012, Deucelia Maciel teve o seu livro Bento Bentinho premiado como o Melhor do Ano, pela Associação Internacional e pela Academia de Letras de Goiás.

Agora, em 2021 na edição do Prêmio Melhores do Ano, a escritora passense teve mais um livro entre os 20 finalistas, concorrendo com outros 130 escritores. O livro, uma segunda edição e versão de seu primeiro livro Lea e a Lua, em novo formato e especial para colorir.

A estorinha conta as peripécias de uma mariposa que tinha o sonho de ir a lua… E , com amiguinhos conhecidos durante a viagem e com o mesmo propósito, consegue chegar ate ela… Já o seu marido, o contista Carlo Montanari, também foi finalista nesta categoria de Melhor Livro do Ano, com duas estórias e duas capas em um só livro, no sistema vira-vira, que integra a Coleção Semeando Livros, com outros autores de Passos: Jane Espanhol, Marlene Nunes, Deucelia Maciel e Ana Paula Brito, apresentada e lançada na Flipassos em 2019. As estórias de Montanari tratam de contar sobre a Comunidade Morro do Russo e também a Tem Um Anjo Aqui.

O Prêmio Melhores do Ano, na categoria em que os passenses foram bem posicionados, Melhor Livro do Ano, teve o escritor gaúcho Joao Riel Manuel Nunes Vieira de Oliveira Brito como vencedor com o livro Tunas RS -116 Anos de Fundação/3 Décadas de Autonomia, historiando sua cidade. João Riel, ainda muito jovem, tem se destacado na carreira literária, conquistando inúmeros prêmios.