Zema vai sancionar apenas o artigo que garante a recomposição em 2020

12 de março de 2020

BELO HORIZONTE – Depois de muitas indefinições, o governador Romeu Zema (Novo) bateu o martelo sobre o projeto de lei que faz a recomposição salarial para os agentes da segurança. Diferentemente do que esperava a categoria, o Palácio Tiradentes não vai sancionar a medida na íntegra.O governador vai aprovar apenas o índice de 13%, que começa a valer a partir de julho deste ano. No texto enviado por Zema à ALMG em fevereiro, ele estabelece que a recomposição seguirá a seguinte ordem: 13% a partir de 1º de julho, 12% a partir de setembro de 2021 e outros 12% a partir de setembro de 2022. Zema decidiu vetar o 2º e 3º artigos, que garantem o reajuste nos próximos anos. Com isso, na prática, os agentes de segurança terão garantida apenas a recomposição para este ano.