Suspeito diz que Arnaldo pagou pela própria morte

28 de fevereiro de 2020

PASSOS – O corpo de Arnaldo José Lemos, de 70 anos, foi encontrado em uma cova rasa, às margens do rio do Tocantins, no município de Peixe, que fica a cerca de 300 quilômetros de Palmas, capital do Tocantins. Ele era apontado como autor do homicídio da leiloeira Dayse Furtado, de 61 anos, ocorrido em Passos no último dia 17. Arnaldo estava foragido desde o dia do crime e a Polícia Civil estava com um mandado de prisão contra ele.Segundo nota da assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública de Tocantins, o corpo de Arnaldo foi encontrado na tarde da última quarta-feira, 26, já em estado de decomposição, por um pescador. De acordo com a assessoria, junto ao cadáver foi encontrada uma mala com pertences e documentos de Arnaldo. No exame necroscópico foi constatada uma fratura na região da mandíbula, mas não foi possível determinar a causa da morte em função do estado de decomposição. De acordo com a nota, o corpo seria entregue à família na tarde de ontem.