Superstição

Bastidores

17 de fevereiro de 2020

Foto: M?rcio Farias

Foto: Márcio Farias

 

A maranhense Raissa Machado, de 34 anos, está comemorando sete anos como rainha de bateria da Unidos do Viradouro, escola de samba de Niterói (RJ). Por conta disso, a morena lembra que o número sete é místico, mágico e perfeito. Também afirmou ter um gostinho ainda mais especial no desfile da Marquês de Sapucaí e falou sobre a mulher no Carnaval. ‘O universo do Carnaval, especificamente das escolas de samba, é predominantemente masculino. Não faltam, por exemplo, sambas que exaltam belezas femininas com algumas referências à inferioridade que chegam a ser ridículas. Além de comentários e julgamentos que nos diminuem ainda mais. Precisamos mostrar que temos respeito a nós mesmas, e principalmente, às nossas colegas, que independente do pavilhão que defendem, são mulheres também’, disse a rainha de bateria da vermelho e branco niteroiense.