‘Sonic’ chega ao cinema com Jim Carrey

20 de fevereiro de 2020

Sonic, o ouriço azul ultrarrápido que dominou os consoles de videogame nos anos 90, uniu forças com outro ícone do cinema daquela época, o divertido Jim Carrey, para estrelar um filme que atualiza seu universo mítico até 2020: Sonic, O Filme.

O longa estreia nesta semana e unirá aqueles que jogaram o videogame da Sega quando criança aos pequenos dos dias de hoje, em uma história na qual o ouriço chega à Terra, se sente sozinho e, embora nem tudo seja assim tão ruim, busca companhia, enquanto o vilão Dr. Robotnik (Carrey) tenta impedi-lo.

“Todo personagem tem que ter uma origem, mas, no caso do Robotnik, acho que não há resposta para essa pergunta no videogame, então tive que começar a procurá-la”, explicou Jim Carrey em entrevista coletiva sobre seu personagem, conhecido nos jogos como Robotnik e também como Doutor Eggman.

Em Los Angeles, nos eventos anteriores à estreia, os mais velhos pareciam estar curtindo tanto quanto os mais novos, uma vez que Sonic é um dos jogos mais vendidos da história, cruzando gerações desde sua primeira versão, lançada em 1991, até hoje, três décadas depois.

Além disso, para o filme, eles recuperaram o principal antagonista do ouriço azul, que depois de aparecer em quadrinhos e livros, chega ao cinema encarnado pelo expressivo e imprevisível Carrey (O Máskara e Todo-Poderoso).

“Obviamente, meu personagem não era amado, pelo menos não no bom sentido ou da maneira que precisava, então ele quer castigar o mundo por isso”, descreveu o ator. Em Sonic: O Filme, a cidade de São Francisco é o cenário onde ocorrem perseguições a mil por hora, velocidade alcançada pelo ouriço, e onde surgem todos os tipos de encontros e desencontros.

“Tom Wachowski, o xerife da cidade de Green Hills, viajará a São Francisco para ajudar Sonic, um ouriço azul que corre em velocidade supersônica, em sua batalha contra o malvado Dr. Robotnik e seus aliados”, explica a sinopse.

No papel de Wachowski está James Marsden (Superman – O Retorno), que, ao contrário de Carrey, disse que era jogador de videogame e se emocionou por fazer parte do filme. Ben Schwartz, a voz de Sonic na versão em inglês, também gostava de jogar: “Quando descobri que faria a voz dele, foi um grande desafio, porque joguei esse jogo por muito tempo e adorava”, disse o dublador, que deixou de manejar os controles do jogo para dar vida ao ouriço.

Na versão espanhola e latino-americana, Sonic: O Filme traz a voz do famoso youtuber Luisito Comunica. “O que eu mais gosto é dessa mensagem tão bonita que nos diz que a coisa mais valiosa é aquilo para que às vezes nem damos importância. Sonic tem superpoderes, mas não tem amigos, não tem amor. Temos a sorte de ter essas coisas, mas muitas vezes não damos o valor que elas têm”, disse ele em uma entrevista recente no México.

Talvez por causa da popularidade dos videogames, a estreia do filme foi acompanhada de muita expectativa, pois a equipe teve de redesenhar os personagens depois do lançamento do primeiro trailer, que desencadeou algumas críticas dos fãs pela aparência hiper-realista e atualizada do ouriço. Para a versão final, a Paramount adiou a estreia, cedeu e criou uma cópia fiel do personagem, de acordo com o universo dos videogames, com detalhes como este: o planeta de onde ele vem é exatamente o mesmo, mas com caminhos para correr que dão voltas de 360 graus, assim como 2020 exige.

 

SONIC – O FILME (Sonic the hedgehog). EUA, 2020. Gênero: Ação, Aventura. Direção: Jeff Fowler. Elenco: Jim Carrey, James Marsden, Tika Sumpter. Cine Roxy, em Passos, 17h00 e 19h00 (2D Dub). Cine A, em São Sebastião do Paraíso, 14h45 e 19h00 (2D dub).