Sindicato denuncia falta de acordo com PMP sobre reajuste

8 de fevereiro de 2020

PASSOS – Em reunião realizada na última quinta-feira, 6, entre o Sindicato dos Empregados da Prefeitura de Passos (Sempre) e a administração municipal a presidente afirma que houve pouco ou quase nada de avanço nas negociações das pautas de reivindicações para os servidores públicos municipais de Passos. Nova reunião ficou agendada para a próxima quarta-feira, 12.Conforme informou a presidente do Sempre, Nelza Efigênia dos Santos Costa, esta foi a segunda reunião e o que ficou acordado é uma proposta de revisão de salário de 4.55%, um valor irrisório. “A prefeitura disse que este é o maior aumento da região e por incrível que pareça, em vez de pensar em exemplos melhores, pegaram o exemplo de Itaú de Minas, em que a administração está com vários problemas com os pagamentos e, novamente, usaram o exemplo de São Sebastião do Paraíso, que também tem problemas relacionados aos pagamentos de servidores. Na rodada de negociações, os exemplos são apenas os ruins, onde a situação é boa ninguém da administração sugere. Querem nivelar por baixo”, disse.