Senhor Alfabeto completa dois anos

27 de dezembro de 2019

Um personagem colorido, com letras de A a Z espalhadas pelo corpo e famoso por trazer a alegria para a casa das crianças. O senhor Alfabeto, como costuma ser conhecido pelos alunos do Cemei Professora Sueli Imaculada de Souza, completou nesse ano o aniversário de dois anos.

Com o objetivo de incentivar a leitura no âmbito familiar, segundo a professora do pré de 4 anos do período matutino, Poliana da Silva Alves, o personagem também pretende tornar a leitura um hábito prazeroso para os alunos do pré. Poliana recorda que o personagem tão querido pelos alunos teve uma mudança em sua roupagem, em que foi padronizada as cores da escola e o nome do Cemei, “para uma melhor harmonia, identificação e simbolização do Cemei, com a ajuda de confecção por uma amiga da escola, Renata Silva”.

A rotina com o senhor Alfabeto funciona assim: uma vez por semana através de um sorteio um aluno leva o boneco na sexta-feira para casa, para apresentá-lo a família e passar o final de semana, como contou a professora Lilian Calixto de Oliveira Reis. Promovendo a interação com a família entre as atividades propostas pelo personagem, Lilian acredita que o aluno “aprende brincando”.

Depois de passar um final de semana divertido com o aluno, o senhor Alfabeto retorna para o Cemei na segunda-feira para que a criança conte para o restante da sala como foram os momentos com o personagem, que envolvem brincadeiras, jogos, músicas, dentre outras atividades. Essa ocasião, de acordo com Lilian, possibilita ao aluno o “primeiro contato com a diversidade de letras existentes, propiciando o processo de associação entre elas de forma prazerosa”.

A professora Carolina Oliveira Carvalho Barbosa acrescentou que junto ao personagem é enviado para casa do aluno uma mochila com um caderno que explica a família qual letra será trabalhada. E um espaço para que os pais registrem a experiência da criança durante a visita, seja através de fotos, texto e o envio de um objeto relativo a letra em questão. “Os alunos esperam a hora de levá-lo para a casa e tê-lo como companhia para ler, brincar, dormir e participar de toda a sua rotina junto à família”, acrescentou Carolina.

Além do conhecimento das letras do alfabeto, a professora Bárbara Cristine da Silva acredita que com a inserção do personagem também é possível “desenvolver a oralidade, a interação dentro da sala de aula, a responsabilidade e aumentar o envolvimento da família no projeto”.

Nesses dois anos de vivência com o boneco, a professora Marta dos Reis Freitas Conte declarou que a inserção do personagem foi decisiva para que as crianças pudessem “explorar uma vivência da alfabetização mais lúdica, criativa e interativa”.

Literalmente brincando e aprendendo, a professora Jamile Raiane Maciel de Souza Alvarenga defende que o aprendizado com o personagem se torna mais sólido, além de ser mais divertido para a criança também, que está tendo seus primeiros contatos com o alfabeto.

Sendo um objeto de estímulo aos alunos da Educação Infantil, o boneco na perspectiva da professora Deigmar Aparecida Muniz Carvalho faz com que os alunos se sintam “em um mundo mágico de faz-de-conta, onde imaginam, sonham e sem perceber vão vivenciando novas formas de aprender e fazer descobertas, pois o lúdico cria muitas experiências cognitivas”.

Estimular esse mundo imaginário desenvolve nas crianças aspectos cognitivos, físicos e sociais, como observou a professora Fainny Kerssia da Silva Costa. Além do senhor Alfabeto, o Cemei também utiliza as aulas de conto ministradas pela professora Lidiane Pereira, que reconhece que o personagem deveria ser adotado por outras instituições escolares como estratégia didática, desenvolvendo ações que possibilitem o aluno ter prazer ao mesmo tempo em que se insere no processo de alfabetização. “Acredito que a aprendizagem deve ser um processo ativo, interativo e dinâmico, o que faz com que cada vez mais, professores enriqueçam suas aulas com recursos variados, objetivando facilitar o processo de ensino – aprendizagem”, ponderou Lidiane.

E para celebrar todos esses aprendizados, o Cemei Professora Sueli preparou uma festa em comemoração aos 2 anos do senhor Alfabeto. “Foi um sucesso”, garantiu a professora Ivana Carvalho Silveira Cherchiglia, mencionando que a festa reuniu 170 crianças do Cemei e que, além de cantarem parabéns o aniversário teve mesa decorada com bolo, bexigas e outros enfeites, que somados aos refrigerantes e salgadinhos, fizeram a alegria da criançada.

“Comemorar o aniversário do senhor Alfabeto no final do ano é sempre uma espera e uma alegria para os alunos do pré. Eles convidam todos os alunos do berçário, Maternal 1 e Maternal 2, dessa forma há uma interação com todos os alunos da escola”, descreveu a diretora Ana Paula de Freitas Francisco Faria.