Passos é o primeiro município mineiro a assinar o termo de cooperação técnica

Renatinho Ourives assinANDO o termo de cooperação técnica da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social

31 de dezembro de 2019

PASSOS – O prefeito Carlos Renato Lima Reis, o Renatinho Ourives, assinou nesta segunda-feira, 30, por meio do Canal Eletrônico do Investidor (CEI), o termo de cooperação técnica da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, alcançando a marca de primeiro prefeito a implantar o projeto em um município mineiro. O programa em questão, Sistema Estadual de Redes em Direitos Humanos (SER-DH) objetiva estabelecer, em conjunto com atores governamentais e não-governamentais, ferramentas de fortalecimento e integração das redes setoriais para promoção e proteção de direitos, sobretudo, dos públicos sistematicamente vulnerabilizados. Dentre os objetivos do projeto, o fortalecimento da integração entre organizações, órgãos de proteção e promoção de direitos, a partir do monitoramento e avaliação dos casos de violência cometidas contra pessoas e grupos historicamente vulnerabilizados em Minas Gerais, são os principais visados pela administração municipal. Além, da promoção da defesa da pauta de Direitos Humanos, e o reconhecimento social de pessoas e grupos historicamente fragilizados. ‘’Não podíamos fechar o ano melhor. Sem dúvidas, esse programa irá beneficiar, e muito, a Secretaria de Desenvolvimento Social, que é uma das pastas mais importantes da nossa cidade, garantindo condições dignas para a população. Passos sendo o primeiro município  a assinar o termo de cooperação técnica, só reafirma o nosso compromisso e  trabalho ’’, comentou Renatinho.Para cumprir as metas pactuadas, a administração municipal deve atuar nos eixos centrais, Portal SER-DH, e Sistema Integrado de Monitoramento e Avaliação em Direitos Humanos (Sima). O Portal SER-DH, é um instrumento de práticas comunicativas midiatizadas, que disponibilizará meios de aprimoramento técnico aos profissionais do segmento, e disseminará conteúdos qualificados e experiências que fomentem as discussões em Direitos Humanos. Assim sendo, contribuirá efetivamente no deslocamento de culturalidades mais inclusivas e democráticas, permitindo maior autonomia dos sujeitos e grupos historicamente vulnerabilizados em Passos. Já o Sima, determina o registro e monitoramento dos casos de violência, e de violações de direitos cadastrados, possibilitando melhor integração entre as redes de proteção e promoção de direitos  resultando no maior controle  pelos órgãos e serviços. Implantado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) em junho de 2019, o sistema também já foi credenciado por Passos, por meio de um processo de adesão da própria Sedese.