Parada LGBTQI+ colore ruas de Paraíso

A PROGRAMAÇÃO É COMPOSTA POR PALESTRAS, QUE SERÃO REALIZADAS NO SÁBADO, 7, NO TEATRO DA LIBERTAS FACULDADES INTEGRADAS, E POR PASSEATA E FESTIVIDADE, QUE VÃO OCORRER NO DOMINGO, 8

6 de dezembro de 2019

As ruas de São Sebastião do Paraíso vão ficar coloridas, isso porque a segunda edição da Parada LGBTQI+ da cidade vai acontecer neste sábado, 7, e no domingo, 8. O evento é realizado pelo Coletivo LGBTQI+ paraisense e visa celebrar a causa. Palestras e passeata são as atividades que vão ser realizadas, a entrada é gratuita.

A celebração começa no sábado, 7, às 19h, quando vai ser realizada a “II Noite de Palestras pela Diversidade” sobre diversas temáticas no teatro da Libertas Faculdades Integradas. O João Pedro Menezes Jacinto vai ministrar o tema “ As Telenovelas e os Personagens LGBTQI+ nos Anos 70 e 90 no Brasil”; logo depois vem o Augusto Crespo e Caroline Costa Oliveira abordando o tema “IST’s”; a Eliane Matheus Bonfante vai conversar sobre “Saúde Mental” e a Luana Voguell vai promover um bate papo com os presentes e a finalização vai ser uma roda de perguntas.

Para o segundo dia de evento está agendada a passeata, que vai ter a concentração na Praça Comendador João Alves (Praça da Fonte), às 13h. O trajeto vai percorrer até a Praça de Monsenhor Mancini, onde vai haver festa com as seguintes apresentações: Pedro H; Nicolly Savick; Egrégoras; Carol Costa/Hatter; Úrsula Bradinelly; Isabella Castro; Samantha Bradinelly; Paula Nogueira; João Kalango; Richelly Detroit; Kyara Bradinelly; Agatha Ferraz; Lucas Queiroz e Féllix. Além disso, vai ocorrer a arrecadação de alimentos, piquenique, plantio de árvores, homenagens e outras atividades.

 

A segunda edição da parada vem com novidades. Segundo um dos participantes do coletivo realizador, Marlon Amorin, este ano o número de apresentações artísticas e de palestras duplicou, juntamente com a expectativa de público, pois há a previsão que “seja bem maior que o da primeira edição por vários motivos e pela maior repercussão por se tratar da segunda edição de um evento que marcou a história do município”.

O evento, que tem nesta edição o tema “Etérea”, é independente e sem fins lucrativos. As atrações da festa e os palestrantes são de algumas cidades da região e se disponibilizaram em compor a programação de forma gratuita.

A parada foi idealizada pelos participantes Gabriel Féllix, Marlon Amorim e Maycon Douglas de Paula, após a reativação das atividades do coletivo, que foi criado em 2017 quando a primeira edição da parada foi realizada.

“Nossa maior expectativa, e acredito que posso falar como parte dos organizadores quanto pelo público, é que desejamos um futuro mais justo, seguro, informado e onde o amor e aceitação não sejam uma exigência tanto dos órgãos públicos e privados”, declarou Marlon.