Leitor: Cemig Quae Sera Tamen

4 de dezembro de 2019

JK fundou a Cemig, Furnas e construiu Brasilia. Getúlio Vargas a Petrobrás e consolidou as leis da Carteira de Trabalho. Os ideais desses grandes lideres e estadistas era a estruturação e construção de uma nação. Um Brasil grande, próspero, desenvolvido e respeitado no mundo. Fizeram história, entraram para a história com honras e glórias. O bem estar do povo mineiro está bem representado no triangulo da nossa bandeira e simboliza a Santíssima Trindade. A sua cor vermelha e o lema "Liberdade Ainda Que Tardia" demonstra a nossa altivez enquanto cidadão. Cumprimos nossos deveres mas também exigimos nossos direitos. Atualmente tem nos causado espanto o tamanho do rancor que o governador Zema e o presidente Bellini tem nutrido pela Cemig. Desceram ao limbo mais escuro e escroto numa sanha infernal para emporcalhar o nome da Cemig. Com muitas mentiras e contradições tentam destruir uma marca de prestigio, um nome que dá orgulho a todos os mineiros. O Zema e Bellini querem privatizar a Cemig e para isso traçaram estratégias toscas e antiéticas. Felizmente sabemos que para tal ato ele precisa do aval da Assembléia e de plebiscito. O Zema quer que a Assembléia vote para não haver o referendo, ou seja, embora uma a pesquisa feita aponte que somos contrários a privatização, parece não ter muita importância o que o eleitor pensa. Zema, eu quero sim ser consultado, é meu direito, está na Constituição! Não te demos nenhum cheque em branco. Incumbimo-os de trabalhar pelo retorno da ética e do progresso para Minas. Junto com o Zema há deputados que acham que a opinião do eleitor também não tem nenhum valor, são eles: Antonio Carlos Arantes (que decepção !!!!), Arlen Santiago, Cel. Sandro, Laura Serrano, Roberto Andrade, Sgto Rodrigues e Tico Torres. Vamos guardar bem esses nomes caros amigos leitores e eleitores….!! Quanto fascismo Zema! Que coisa retrógrada …e o partido se chama Novo! Estamos num regime democrático e vou lembrá-lo: O poder emana do Povo, e por ele será exercido. Respeito! Exigimos respeito, você não é o dono da Cemig, queremos ser ouvidos, está na Lei, é nosso Direito, não nos usurpe. Zema pergunte ao governador de Goiás, o Caiado, onde a empresa privada italiana Enel assumiu o lugar da estatal Celg, veja o que ele afirma: " O produtor rural, o cidadão urbano, empresas pequenas, de médio e grande porte. Todo mundo está sofrendo"! " A falta de energia é generalizada, todos mundo está jogando mercadoria fora"! Zema, como quer passar para a história? O senhor administra muito bem as suas lojas, Seria salutar acreditar e trabalhar sério também pela Cemig, sua parceira no desenvolvimento sustentável e respeitável de Minas Gerais. Bellini, voce é o presidente da Cemig, como pode desrespeitá-la tanto? Cadê a sua honra e orgulho por estar nas nossas fileiras? Como pode cuspir, ou pior, como pode defecar no prato que come? Você, mesmo com sua biografia, é uma persona non grata? Por favor acredite: se trabalhar com afinco vai entender que a Cemig é vital – como sempre foi – impressindível para o progresso.Zema, Bellini, respeitem a nossa história, a Cemig é dos mineiros. Nunca será tarde buscarmos nossos direitos e nossos valores!!Jorge Moreira Maciel – Passos/MG