Glória investe R$560 mil em espaço

26 de fevereiro de 2020

 S. J. B. GLÓRIA — A Prefeitura Municipal de São João Batista do Glória adquiriu, por meio de desapropriação, uma área de 75 mil metros quadrados, localizada em frente ao silo Grupo Canastra, às margens da MG-146. Com investimento de R$560 mil em recursos próprios, o local será destinado a atividades comerciais, a fim de adequar a infraestrutura local e incentivar novos e antigos empreendedores.Conforme Alessandra Aparecida Tavares, secretária de Infraestrutura do município, o espaço comercial é um objetivo traçado desde o primeiro mandato da prefeita Aparecida Nilva dos Santos (Nilvinha), e tem por finalidade desafogar a área central da cidade. “Temos muitas famílias empreendedoras, estes grupos possuem oficinas mecânicas, serralherias, dentre outros comércios que, em razão do barulho nos bairros residenciais, são alvos de reclamação e denúncias ao Ministério Público. Então, caso um dia o MP determine o fechamento desses locais, os microempreendedores terão um local apropriado para exercerem suas atividades”, considerou.No momento, o projeto do espaço está em fase de elaboração e não tem valor estimado para sua construção. “A arquiteta está com as plantas do local e analisando a melhor forma de distribuir e ornamentar. Localizado em um dos principais pontos de acesso do município, temos uma grande preocupação em manter o ambiente belo e organizado”, informou Alessandra.Ainda em relação ao projeto, não está definido a forma de mão de obra para edificação do da entrada, que por sua vez, pode utilizar mão de obra municipal ou contratar, em processo licitatório, uma empresa especializada na construção civil.Junto ao plano arquitetônico, a prefeitura está realizando pareceres jurídicos para determinar a separação e distribuição de lotes. De acordo com a secretária de infraestrutura, o processo dependerá de leis municipais, a serem votados na Câmara. “Como a área é muito grande, pretendemos especificar, em primeiro momento, cerca de 15 ou 20 lotes. Depois disso, as próximas gestões estarão encarregadas de expandir o comércio dentro da área. Todos os critérios estão sendo verificados para melhor acomodar os empreendedores, principalmente aqueles com queixas por barulho”, completou.Ao finalizar, Alessandra Tavares lembrou a relevância do projeto para o município e a participação de uma figura-chave para a sua conclusão. “Essa é uma área muito nobre, tentamos negociar muitos locais, até que o empresário Thiago Freitas interviu, o que colaborou para concretizar o sonho da administração. Este espaço será muito importante para manter o crescimento da cidade, e, até mesmo, para atrair novos empresários que poderão investir por aqui”.