Ex-prefeito rebate acusações de improbidade

12 de fevereiro de 2020

Após a Prefeitura Municipal de Delfinópolis ter sido notificada a devolver ao Estado de Minas Gerais uma quantia superior a R$1 milhão, referente a irregularidades nos convênios 197/2009 e 545/2011, o ex-prefeito José Geraldo Franco Martins refutou as acusações de que, durante seu mandato, teria aplicado de maneira indevida os recursos referentes a tais projetos. Conforme disse Martins, no primeiro convênio, foi planejada a execução do calçamento da Cidade Turística, onde seriam realizados os eventos e festividades do município, no entanto, o valor repassado pelo Estado não seria suficiente para a sua conclusão, e, por essa razão, o projeto não foi executado. Em vez disso, decidiu-se que seria implantada uma praia artificial e feita a revitalização da água da Biquinha.