Equinox ganha motor 1.5

Até agora, modelo importado do México vinha apenas com propulsor 2.0 de 262 cv

12 de dezembro de 2019

A maior novidade no Chevrolet Equinox 2020 que está chegando é o motor 1.5 turbo de 172 cv, disponível em três versões (LT, Midnight e Premier). O utilitário-esportivo importado do México tem preço a partir de R$ 129.990. As vendas vão começar no primeiro trimestre do ano que vem.

O Equinox LT 1.5 tem tração dianteira e câmbio automático de seis marchas. Ele substitui o antigo LT 2.0, que custava R$ 132.490 e, além do motor mais potente, tinha tração nas quatro rodas e câmbio automático de nove velocidades.

De série, a versão LT traz itens como acendimento automático de faróis (xenônio), seis air bags (dianteiros, laterais e do tipo cortina), assistente de partida em rampa, ar-condicionado automático de duas zonas, chave presencial, partida por botão, banco do motorista com ajustes elétricos, central multimídia com tela de 8 polegadas, navegador GPS, etc.

Outra novidade é a versão intermediária, Midnight. Ela tem o conjunto mecânico e os equipamentos da LT, mas com acabamento em tons escuros, e custa R$ 131.990. A única cor disponível é a preta, tonalidade que se repete nas rodas (de 18 polegadas) e nos faróis de neblina.

A versão Premier está disponível com motor 1.5 ou 2.0. Mesmo no modelo equipado com o motor menor, a tração é integral. Ela custa a partir de R$ 154.990, e acrescenta itens como abertura automática do porta-malas, alertas de risco de colisão frontal e detecção de pedestres (ambos com frenagem automática), teto solar, rodas de 19 polegadas, faróis direcionais, carregador de celular sem fio e sistema de som Bose.

No topo da gama a Chevrolet manteve a versão Premier 2.0, a única com câmbio automático de nove marchas. Ela não teve mudança e chega à linha 2020 por R$ 162.990, R$ 3 mil mais cara que a linha 2019.

 

Andando

Avaliamos as versões Midnight e Premier, ambas com motor 1.5, e deu para comprovar que elas têm comportamento ligeiramente diferente. Com tração dianteira, a Midnight mostra uma leveza inédita no Equinox. O SUV não tem a explosão do modelo 2.0, mas acelera com vigor. Segundo a Chevrolet, o modelo vai de 0 a 100 km/h em 9,2 segundos.

Nas curvas da pista de testes da Chevrolet, em Indaiatuba (SP), o SUV mostrou equilíbrio. Mais leve do que o 2.0, o modelo inclina menos nas curvas e passa segurança. Isso a despeito da suspensão macia.

Já a versão Premier, com tração integral, mostra superioridade nas curvas. Em situações próximas do limite, o sistema de tração joga força para o eixo traseiro e equilibra as reações do carro, permitindo velocidades mais altas. O senão é que a tração integral e os itens extras da Premier somam 122 quilos ao conjunto. O peso adicional aparece em reações ligeiramente mais lentas ao toque no acelerador.

A transmissão de seis marchas tem respostas um pouco lentas, embora as trocas sejam suaves. Além disso, as mudanças manuais são feitas por um botão na alavanca, o que não é prático.