Delfinópolis instala 50 novas lixeiras

27 de abril de 2020

DELFINÓPOLIS – A Prefeitura de Delfinópolis está implantando a primeira etapa de um programa de instalação de lixeiras em bairros da cidade. Elas foram compradas após solicitação do Parlamento Jovem, apresentado pela Câmara Mirim em 2018. Alguns equipamentos já estão instalados nos distritos de Babilônia (Ponte Alta) e Olhos D’Água da Canastra.

Laysa Oliveira Presciliano, 16 anos, estudante e vereadora mirim da Câmara de Delfinópolis no ano que o projeto foi apresentado ao Executivo disse que ficou muito feliz com a conclusão da ideia do grupo. “Foi uma surpresa! Uma surpresa boa. Acredito que nossa cidade vai ficar muito mais bonita do que ela já é, afinal de contas, o lixo será, agora, colocado onde deve, no próprio lixo”, disse Laysa.

A jovem contou que tudo aconteceu durante as sessões e conversas por meio de um grupo no Whats App formado pelos nove vereadores mirins do Parlamento Jovem criaram. A ex-vereadora mirim disse que não demorou muito e o Parlamento Jovem de Delfinópolis chegou a conclusão de que lixeiras para coleta seletiva seria algo bem interessante.

Lavínia Del Fiume Lemes Pompolim, 16 anos, também vereadora mirim no ano em que o projeto das lixeiras foi criado, disse que se lembra bem sobre uma das conversas com os outros vereadores do Parlamento Jovem naquele ano. “Como moro em uma fazenda entre os distritos de Olhos D’Água e Ponte alta e na estrada eu sempre vejo muito lixo, latinhas, vasilhas de marmitex e vários outros tipos de entulho, decidi levar essa questão para o nosso grupo”, explicou a garota. A estudante finalizou contando que achava que o projeto não sairia do papel.

Danilo Araújo Santos, vereador (Solidariedade) e responsável pela Câmara Mirim no ano de 2018, falou que é muito bacana poder ver o resultado do trabalho da primeira equipe do Parlamento Jovem pelas ruas da cidade.

No dia 21 de junho de 2018, a reunião foi marcada com a prefeita Suely Alves Ferreira Lemos. ”Nesse dia, os alunos apresentaram o projeto sobre a coleta seletiva por meio das lixeiras.

A prefeita disse que o projeto seria realizado. Hoje, quase dois anos depois, as lixeiras estão sendo instaladas. Não da maneira que foi pedido pelo Parlamento Jovem, no estilo coleta seletiva, isso porque, o que temos, é uma lixeirinha comum que coleta qualquer tipo de lixo. Contudo, pode-se dizer que o projeto foi executado, sim, mas parcialmente”, disse o vereador.

Thomáz Assunção Madruga, secretário Municipal de Meio Ambiente, Turismo, Cultura e Esporte de Delfinópolis e responsável pela execução do projeto, disse que é bom muito poder realizar a instalação das lixeiras. “Após a apresentação do projeto, começamos a cotar preços e procurar pela melhor oferta. Na época, orçamos 200 lixeiras, porém, compramos apenas 50, contudo, essa é apenas a primeira etapa, as outras lixeiras vamos comprar gradativamente. As lixeiras custaram R$20 mil e pagamos com o leilão do material reciclado da Usina de Reciclagem da nossa cidade”, disse o secretário.

Já foram colocadas as lixeiras na Praça Nossa Senhora dos Remédios (Olhos D’Água), Praça Matriz (Ponte Alta), Praça Manoel Leite Lemos, Praça Amador Miguel (Bairro São Sebastião), Praça Urselino Ferreira, Branco (Bairro Nossa Senhora Aparecida), Avenida Ivo Soares Matos, Padre e Rua Pedro José Venâncio de Andrade (Rua do Comércio). Todos esses pontos foram escolhidos, tendo em vista a quantidade de pessoas que passam por esses locais. Esperamos que a cidade fique, agora, mais limpa”, disse o secretário.

O secretário finalizou explicando que, na segunda etapa, onde mais 150 lixeiras serão adquiridas, poderão ser colocadas lixeiras de cores diferentes para seleção do lixo coletado.