Defesa do Consumidor : Ferramenta ajuda o consumidor

31 de janeiro de 2020

Há meses, a Proteste Associação de Consumidores tem monitorado o mercado de venda on-line e verificou que os preços podem variar em até 45% de loja para loja e de até 20% de um dia para o outro. Para evitar que os consumidores fiquem entrando de site em site para comparar preços, foi lançado o Mais Barato Proteste, um plug-in para navegador de internet que faz uma busca automática pelas melhores ofertas. Basta instalá-lo no Chrome (compatível com Windows, Mac e Linux) para começar a poupar.
 
Funcionamento
Ao buscar um produto específico, a ferramenta disponibiliza ao consumidor a oferta mais barata no momento do acesso. Além disso, possibilita o cadastro do preço desejado, que gera um alerta e permite o envio de e-mail ou SMS caso o preço seja alcançado.
 
Exemplo
De acordo com a simulação feita pela Proteste, foi ‘buscada” na plataforma do Google uma máquina de lavar de uma marca especifica. No topo dos resultados da busca apareceu a loja Extra e, ao acessar a página do produto a ferramenta informou, por meio de uma mensagem no topo do site, que na loja Walmart o preço era menor em R$ 301,00.
 
Histórico
Também, é possível acessar o histórico de preço do produto de uma determinada loja, assim o comprador poderá ter a certeza que está fazendo um bom negócio e não caindo nas famosas pegadinhas de “ofertas imperdíveis”.
 
Descontos
Caso a melhor oferta encontrada satisfaça de imediato o consumidor, no ato da compra a ferramenta realiza ainda uma verificação automática dos cupons de desconto aplicáveis, podendo gerar uma economia ainda maior. Dentre as caraterísticas do “Mais Barato Proteste”, destacam-se: 
– Segurança, uma vez que não há acesso aos dados pessoais do usuário;
– Discrição, já que fica visível apenas quando a página do produto é acessada;
– O fato de não prejudicar a velocidade de acesso à internet;
– O monitoramento de mais de 30 diferentes lojas.
 
Como acessar
Para ter acesso a ferramenta basta acessar o site: maisbarato.proteste.org.br e instalar o plugin no Chrome, sendo a mesma compatível com os sistemas operacionais Windows, Mac e Linux. A Proteste não cobrará nada do consumidor que poderá economizar sem precisar abrir dezenas de abas para certificar-se disso.