De volta para o canal do avô

30 de janeiro de 2020

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aos 32 anos, o ator, cantor e apresentador Tiago Abravanel está de casa nova. Ele se mudou faz pouco tempo para uma cobertura no Brooklin, na zona sul de São Paulo, onde vive com o marido, o produtor Fernando Poli. Os dois não se conheceram no SBT, como chegou-se a noticiar. Foi amor de carnaval, esclarece Tiago, em entrevista, em sua sala decorada com uma pequena parte da sua grande coleção de bonecos – e da qual se tem uma bela vista para a cidade. Já profissionalmente falando, a nova casa nem é tão nova assim. 
 
Após 6 anos na Globo, ele retornou ao SBT, emissora do avô Silvio Santos, no ano passado, onde apresentou o reality gastronômico Famílias Frente a Frente. Mas, além da vocação artística, Tiago parece ter herdado de Silvio o tino empresarial. Dono de uma produtora e da própria grife de pijamas, a T_Jama, ele acaba de se tornar sócio da empresa Nanica, especializada em torta banoffee que faz sucesso na internet. E, enquanto estuda outros projetos na TV e no teatro, Tiago se prepara para estrear seu bloco no carnaval de São Paulo, que comandará de cima de um trio elétrico. À reportagem, ele falou de sua volta ao SBT, do avô Silvio Santos, que fará 90 anos em dezembro.  
 
“Na verdade, a volta ao SBT não foi calculada. Eu estava com meu contrato com a Globo e comecei a pesquisar projetos que eu poderia levar para a emissora. Alguns até começaram a ser encaminhados, mas acabaram não dando certo. Mas eu sempre com a postura de correr atrás daquilo que eu gostaria. Nesse processo, procurando produtoras, encontrei a Endemol. Aí eles me apresentaram vários formatos e eu conheci o Famílias Frente a Frente, e enxerguei nele potencial de algo totalmente diferente do que as pessoas poderiam imaginar que eu fizesse. Talvez por eu ser cantor, ser ator, as pessoas imaginassem que eu fizesse um talk-show, ou um show de talentos – e não descarto essa possibilidade. Quando olhei aquele formato, falei: não teria outro lugar para eu apresentar um projeto como esse se não fosse o SBT”, conta Tiago.
 
O ator explica que as negociações começaram quando ele ainda estava na Globo: “E, para não ser antiético com a casa em que eu estava, cheguei para eles e falei: estou com objetivo de alcançar outros projetos, então prefiro me desligar antes de o meu contrato acabar. Meu contrato só acabaria em abril de 2019. Encerrei o contrato no final de dezembro e comecei o ano já pensando no projeto do Famílias. A minha produtora, a Abrava, e a Endemol correram atrás de tudo para viabilizá-lo, e meu avô e a emissora disponibilizaram o horário para a gente poder exibir esse programa”. 
 
Tiago desmente as notícias de que seu avô, Silvio Santos, tinha pedido a sua volta, garantindo que nunca teve isso. “Acho que meu avô sempre foi muito sensato no sentido de a gente correr atrás daquilo que a gente quisesse. Obviamente que ele aconselha. Mas, apesar de não demonstrar tanto, ele sempre foi muito orgulhoso por ver as minhas escolhas, o meu reconhecimento pelo meu trabalho. Então, independentemente de onde eu estivesse, acho que ele me apoiaria”, conta. 
Antes da volta ao trabalho, tem o carnaval e neste ano ele deixa o tradicional grupo Gambiarra e assume pela primeira vez o desafio de levar o bloco para a rua sozinho. Vai ser o Bloco do Abrava, que sai no dia 15 de fevereiro, da Marquês de São Vicente, na Barra Funda, com algumas participações especiais. No dia 31 de janeiro, tem um esquenta, que é uma festa que sempre faz antes do carnaval. Neste ano com a participação de Sidney Magal no esquenta.