Coluna Social: S. S. do Paraíso

9 de março de 2020

Dia Internacional da Mulher

Dizem os místicos que o poder está na mulher, já as feministas que homens e mulheres são iguais e tem os mesmos direitos. Então, acreditando neste discurso, saímos de casa e fomos conquistar o mundo lá fora, viramos empresárias, parlamentares, prefeitas até presidentes. Dá a impressão que na ânsia de ir atrás de dinheiro, de competir, abandonamos a alquimia fumegante das panelas, os feitiços culinários, a magia da maternidade assumida. Mas não, indiscutivelmente a mulher é mais frágil, não há como negar as diferenças, somos corpo, alma e energia diferentes, é claro que preferimos a agulha e linha a uma troca de pneus. Agora, maduras, queremos relações mais solidárias, unir e não competir, cada um com sua contribuição. Já conquistamos a liberdade, podemos passar a camisa do nosso homem sem que isso signifique humilhação. Ao mesmo tempo queremos as cores modernas dos batons, o encanto dos saltos altos, o mistério das saias. Nem inferiores nem superiores, apenas diferentes. (Bia Pardini)

 

Parabenizando

Zamira Pinto Barbosa Lemos comemorou, no dia 29 de fevereiro, seus redondinhos sessenta bem vividos. Festa temática, anos 60, na sua Chácara (Campo Alegre) onde recebeu familiares e amigos em grande estilo. Os convidados foram a caráter tornando maior o brilho da festa e da aniversariante. À Zamira, especiais cumprimentos desta coluna.

 

Confira: