Coluna de Minas: Circuito renova convênios

11 de fevereiro de 2020

O Circuito Mata Atlântica de Minas renovou os convênios de cooperação técnica com os municípios de Açucena, Belo Oriente, Ipaba, Marliéria e São Domingos do Prata. A renovação do termo associativo, que vale por um ano, tem o objetivo de fortalecer e desenvolver ações que visam à promoção e o fortalecimento do turismo na região. Desde que instituiu o ICMS Turismo, no início desta década, os municípios filiados ao Circuito já receberam algo em torno de R$ 1,6 milhão em repasses, informa o Circuito. Somente nos últimos três anos (2017, 2018, e 2019), entraram nos cofres municipais R$ 737,4 mil, beneficiando neste período sete dos atuais 11 filiados. (Diário do Aço – Ipatinga)

 

JF tem oito mil processos

 

Os juiz-foranos têm enfrentado longos períodos de espera para conseguir benefícios ou solucionar questões relacionadas ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social estima que cerca de oito mil processos estariam represados na Gerência-Executiva do órgão em Juiz de Fora, que abrange as unidades dos municípios de Além Paraíba, Carangola, Cataguases, Espera feliz, Leopoldina, Muriaé, Palma e São João Nepomuceno. Recentemente, o Governo federal anunciou medidas para acelerar a análise dos processos relacionados aos benefícios do INSS. Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

 

Projeto busca revitalizar mata

 

O programa Pró-Mananciais foi implantado em Divinópolis em 2018, pela Companhia de Abastecimento de Minas Gerais (Copasa). A iniciativa visa garantir a preservação das nascentes e córregos que fornecem água para a cidade. Após dois anos de ações, os moradores já percebem as transformações proporcionadas pelo projeto. Durante esse período, foi realizado o cercamento de mais de 6,4 mil metros de margens das nascentes e córregos da bacia do Ribeirão Boa vista, que é afluente do rio Itapecerica. Também foram plantadas 2,2 mil mudas para revitalização de mata ciliar, ações que garantem o abastecimento dos lençóis freáticos da região. (Portal Agora- Divinópolis)

 

“Caçadores de Bibliotecas”

 

O Sistema de Bibliotecas Públicas de Poços de Caldas recebeu a visita do projeto “Caçadores de Bibliotecas”, que percorre bibliotecas públicas por todo o mundo desde 2010. Desenvolvido pela escritora Soraia Magalhães, que também é formada em Biblioteconomia, a iniciativa visa incentivar o gosto pela leitura e pela literatura. Na última semana, ao lado de Peter Janzon e ciceroneada pela coordenadora das Bibliotecas Públicas, Magaly Franco, ela conheceu a Biblioteca Centenário, no Espaço Cultural da Urca, a cabine literária da Rua São Paulo e a Biblioteca Júlio Bonazzi, no Monjolinho. (A Folha Regional- Muzambinho)

 

Alvará é emitido digitalmente

 

Agora é possível obter o Alvará de Licença para Localização e Funcionamento por meio digital. A Prefeitura de Barbacena anunciou o novo programa na última quinta-feira, 6. O Serviço está disponível para o empreendedor, para empresas e para profissionais autônomos que se registrarem e solicitarem o Alvará ou Alteração cadastral no Município a partir 2020. Para se regularizar junto ao Município, o responsável pelo empreendimento pode realizar o licenciamento, através do Portal de Serviços, no site da Jucemg, acessando o ícone Inscrições Tributárias e Licenciamentos, para abertura de empresas. (Folha de Barbacena)

 

Voluntários criam projeto para ipês

 

O ipê é considerado árvore do cerrado e não é à toa que foi escolhido por um grupo de voluntários para florir Uberlândia. Um projeto que nasceu pelo acaso, o Ipê Ipê Rua, promete trazer mais vida à cidade e ressaltar a importância de se plantar árvores para um melhor futuro da sociedade. A ideia foi pensada pelo geógrafo Hugo Lopes, de 27 anos. Segundo ele, a inspiração surgiu por meio de um post no Facebook.  

 

Divulgação

Divulgação