CNM debate o papel do empreendedorismo na educação durante Semana Global do Empreendedorismo

31 de outubro de 2019

<div id="infocoweb"><div id="infocoweb_cabecalho"></div><div id="infocoweb_corpo"><p>A Semana Global do Empreendedorismo é uma iniciativa com o objetivo de fortalecer e disseminar a cultura empreendedora, conectando, capacitando e inspirando as pessoas a empreender. Durante o mês de novembro acontecem diversas atividades com diferentes públicos e temáticas, sempre abordando o empreendedorismo de alguma maneira. Nos últimos três anos, a SGE mobilizou no Brasil mais de 2,5 milhão de pessoas, com cerca de 10.000 atividades &#8211; o que faz da Semana brasileira a maior do mundo, com sete premiações internacionais.</p> <p>A semana ocorre entre os dias 18 a 24 de novembro de 2019. Os gestores podem se engajar inscrevendo iniciativas realizadas no seu Município <a href="https://www.empreendedorismo.org.br/atividades/add">(acesse aqui)</a> ou visualizando a agenda de atividades <a href="https://www.empreendedorismo.org.br/atividades">(aqui) </a></p> <p><strong>Guia para trabalhar o empreendedorismo na educação</strong></p> <p>Na série de programas especiais sobre a <strong>Semana Global do Empreendedorismo</strong>, o <strong>Bate-papo com a CNM,</strong> na segunda-feira, 11 de novembro, falou sobre Empreendedorismo e Educação. Entre os assuntos abordados, os convidados destacaram como os Municípios podem se engajar na iniciativa, qual a relação da <strong>Base Nacional Comum Curricular (BNCC)</strong> com o empreendedorismo, o papel da educação no desenvolvimento das competências dos estudantes. Ao final apresentaram um modelo de ação prática para ser aplicado nas escolas.</p> <p>Na conversa, a analista técnica da área de Educação na entidade, Mônica Cardoso, destacou o papel da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), as competências e o significado prático da educação empreendedora. <em>"A Base é um conjunto de orientações que vai nortear a comunidade escolar. Ela traz um novo olhar para o aluno também com esse foco de ser empreendedor, educação financeira. E deve ser aplicada tanto na rede pública quanto na privada",</em> explica.</p> <p>O gerente de Cultura Empreendedora do Sebrae, Gustavo Cezário, falou sobre a atitude empreendedora e como ela se entrelaça com o que é esperado da educação, preparando os alunos para o futuro. "Um dado do Fórum Econômico Mundial fala que 85% dos empregos futuros do estudante de hoje ainda não existem, precisarão ser criados. Como o Uber, por exemplo, que antes não existia, e tantos outros. Então, como podemos nos preparar para esse futuro incerto?", questiona. Gustavo também falou sobre as ações da Semana Global do Empreendedorismo (SGE) e como as gestoras e os gestores municipais podem participar.</p> <p>Como sugestão aos Municípios, Gustavo apresentou um manual de como iniciar uma história empreendedora nas escolas, durante a Semana Global do Empreendedorismo. O documento sugere uma palestra com uma personalidade que seja referência empreendedora na localidade e elenca possíveis perguntas e tópicos para serem trabalhados na atividade.</p> <p><a href="https://drive.google.com/file/d/1QBcxzA0U9E8VlkdMSqYecs5Hf-U1ZzsI/view?usp=sharing">Acesse aqui o roteiro Como iniciar uma história empreendedoraComo iniciar uma história empreendedora</a></p> <p><strong>Base Nacional Comum Curricular</strong></p> <p>A BNCC foi instituída pela Resolução CNE/CP nº 2, de 22/12/2017. O documento define pontos essenciais para garantir aos estudantes brasileiros o direito de aprender um conjunto fundamental de conhecimentos e habilidades comuns em todo o país.  São eles:</p> <ul> <li>Documento que define as aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo da educação básica – de forma progressiva e por áreas de conhecimento</li> <li>Referência nacional e obrigatória para a formulação dos currículos dos sistemas e das redes escolares dos estados, do DF e dos municípios e das propostas pedagógicas das escolas</li> <li>Soma-se aos propósitos que direcionam a educação brasileira para a formação humana integral e para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo da educação básica.</li> </ul> <p><strong><a href="https://drive.google.com/file/d/1QEY11Iiis09HbVzFBgDPYlr5d3h8yTOE/view?usp=sharing">Acesse aqui orientações sobre a BNCCBNCC</a></strong></p> <p><strong><a href="https://www.cnm.org.br/biblioteca/exibe/13691%22">Acesse aqui a cartilha Boas Práticas na EducaçãoBoas Práticas na Educação</a></strong></p></div><div id="infocoweb_rodape">Fonte: <a target="_blank" href="https://portalamm.org.br/cnm-debate-o-papel-do-empreendedorismo-na-educacao-durante-semana-global-do-empreendedorismo/">Associação dos Municípios de MG</a></div></div>