Ateliê ensina costura criativa para crianças

27 de janeiro de 2020

Foto: Reprodução                                 O projeto do Ateliê Chico Bolacha está ganhando a atenção de pais e responsáveis que desejam ensinar costura para as crianças. A artista visual Raquel Augusto Alves Amaral, responsável pelo ateliê e pelo curso, comentou que a iniciativa terá início no dia 8 de fevereiro, sendo realizada durante os próximos sábados, no período de três meses. “Nesse curso, vamos desenvolver e executar projetos de costura e pontos de bordados, usando agulhas, tesoura e a tão esperada máquina de costura”, antecipou Raquel, que garante uma  capacitação didática e lúdica, utilizando a linguagem da criança e respeitando o tempo de cada uma. A artista visual comentou que o curso é indicado para crianças a partir dos 6 anos, para potencializar a inteligência e a sensibilidade. “Ao mesmo tempo, ambos os hemisférios são obrigados a trabalhar juntos. É nesse momento que se desenvolvem atividades intuitivas, conscientes e inconscientes, de raciocínio analítico e matemático”, garantiu. Raquel, que já promoveu oficinas em eventos como a Mostra Ipê e a Feira Literária de Passos (FliPassos), comentou que a idealização da capacitação surgiu ao observar nas crianças o entusiasmo em criar seu próprio boneco de pano. “Meu intuito é trazer para as crianças a costura como forma de liberdade para criar e transformar com as mãos, usar sua criatividade e conhecer novas habilidades, fugindo um pouco das tecnologias, que são tão presentes no dia a dia delas”, considerou. Embora reconheça que atualmente a prática não seja mais tão comum para o cotidiano das crianças, devido ao uso do celular e do computador, a especialista em Educação Eliane Aparecida Frank Lima observa que na educação infantil o alinhavo ainda é uma atividade bastante utilizada.Segundo a especialista, por meio do uso de retalhos de tecidos ou papéis, tesouras, agulhas (plásticas) e linhas, as crianças, além de ocupar o tempo livre, vão desenvolver sua criatividade enquanto estão criando seus próprios modelos.  “A costura, além de levar as crianças a terem um domínio melhor com as mãos, praticando a motricidade fina, proporciona o desenvolvimento na área cognitiva, potencializando a inteligência e a sensibilidade. Ao alinhavarem, unirem uma parte a outra do tecido ou papel, estão reforçando suas habilidades manuais e exercitando a coordenação visual”, pontuou. As aulas do curso vão ser ministradas no espaço Ateliê Chico Bolacha, nos horários da manhã e tarde, com duas turmas compostas por cinco crianças. Eliane Aparecida acrescentou que, quando a atividade acontece em grupo, as crianças, além de fazerem ou reforçarem amizades, vão interagir com a combinação de cores, texturas e processos de construção dos brinquedos, aumentando seu repertório. A mãe Isis Minchillo relatou que a filha Liz, de sete anos, desenvolveu o seu lado artístico ao participar de outras oficinas promovidas pelo ateliê. “Sempre quando acaba de fazer o boneco, ela quer mais, se deixar, faz uns dez”, brincou Isis. Além de adorar brincar, a mãe reconhece que a filha “está mais criativa e autônoma, tomando a frente de situações”. As filhas de Fabíola Bicego Chagas, Rafaela (9) e Graziela e Gabriela (7) também encontraram na costura criativa como uma maneira de se expressar e divertir. “Eu adoro ver o que desenhei se transformando em bonecos ou monstrinhos de pano. Gosto de misturar canetinha, cola e glitter e depois levar para casa para brincar”, falou Graziela. “Para as crianças, é um momento muito gostoso e a Raquel tem um carinho enorme por elas, então, o clima é sempre muito positivo”, disse Fabíola, mencionando também que a atividade distancia as crianças dos vícios do celular e do computador. A artista visual também comentou que pretende desenvolver o curso de costura criativa em instituições escolares, como uma das disciplinas a integrar a grade curricular da educação fundamental. Para mais informações ou garantir a inscrição, basta entrar em contato pelo número de telefone (35) 8832-4386.